segunda-feira, 2 de abril de 2018

Atualização Patrimonial MAR/18 - R$319.722,51 (+0,94%) / Potencial Novo Rumo para o Blog

Olá pessoal, tudo bem ? Como voces perceberam, eu fiquei um tempo sem postar devido as atividades do meu trabalho. Como o blog é uma especie de hobby misturado com um bate papo com amigos virtuais, infelizmente quando a agenda fica apertada, as postagens acabam não ocorrendo.

De toda forma, venho conversando bastante com a Sra EP e ela está bastante animada com a mudança para os EUA e também incentivando a postar com mais regularidade, pois ela acredita que esse é um tema que pode ser interessante para as pessoas - como morar, estudar e trabalhar em outro país, como construir seu patrimonio em outro país e como buscar a IF em outro país. 

Para ser sincero, eu também acho que isso pode ser interessante - até ja havia comentado aqui no blog em outras postagens. Ficamos animados com a ideia de produzir um conteudo diferente e também tentar agregar outros temas correlacionados ao desafio da imigração, como: comparação de custos entre os paises, sistema de educação, sistema de saude, comparativos de taxas de criminalidade, costumes e habitos diferentes, rotina de trabalho, diferenças culturais no ambiente de trabalho, etc...

A Sra EP também sugeriu que eu abordasse um pouco mais esse lado do mundo corporativo, incluindo algumas histórias ilustrativas de situações vividas por mim e por outros colegas, dicas para entrevista, elaboração de curriculo, como obter maior experiencia profissional, produtividade, negociação de remuneração e beneficios, entre outras coisas que a Sra EP acredita que eu posso contribuir escrevendo por aqui.

Como ela também possui uma excelente qualificação academica e experiencia profissional, ela também quer contribuir com as opiniões e revisões de artigos, o que eu acho bem legal e pode ajudar a manter um ritmo de publicações constante. Estamos pensando bastante a respeito e tentando encarar isso como um projeto e talvez até um "side hustle" - já que um blog melhor estruturado poderia gerar alguma renda. Como voces podem ver, eu nao tenho nenhuma experiencia com adsense ou qualquer outro programa de monetização - nao tenho anuncios no blog e nem vendo produtos afiliados ou coisa do tipo. Mas considerando a oportunidade de escrever coisas que acreditamos ser relevantes e que possam ser do interesse dos leitores (finanças pessoais, imigração, mundo corporativo), talvez isso possa se tornar uma fonte de renda alternativa (nada como o colega Abacus Liquid), mas talvez ja pague os custos de hospedagem que será necessário caso iniciar esse projeto de forma mais profissional.

Estamos pensando em talvez seguir em frente com essa iniciativa (ate ja pensamos em um nome para o projeto e estou verificando registro de dominio e hospedagem), mas ainda nao temos nada decidido. 

Gostaria de opinião de voces como uma primeira pesquisa informal - que tipo de assuntos voces gostaria de ver abordados ? Teriam interesse em temas mais aprofundados do mundo corporativo (estudos de caso, entrevistas com outros gestores, resumo de dicas, etc...) e também teriam interesse em assuntos sobre imigração (mais especificamente - imigração para EUA) ?

E, como não poderia deixar para tras - segue o resumo da atualização patrimonial.


No proximo mes terei as despesas com minha cidadania portuguesa (FINALMENTE !!!) e o aporte deve ser muito baixo; mas de toda forma o patrimonio segue evoluindo.

Por favor, deixem sua opinião sobre esse potencial novo projeto abordando os temas que mencionei acima. Voces gostariam de ter esse tipo de informação em um blog ?

Um grande abraço,

domingo, 4 de março de 2018

Atualização Patrimonial FEV/18 - R$306.246,15 (+1,64%)

Ola pessoal - tudo bem ? Muitas coisas interessantes acontecendo no trabalho já que alguns dos projetos especiais que eu estou envolvido finalmente iniciaram. Os clientes assinaram dois novos projetos e a carga de trabalho aumentou significativamente. A parte boa é que existe trabalho até o final de 2020 e a parte ruim é que eu estou tendo uma dificuldade maior para eu gerenciar adequadamente os projetos e manter uma rotina de alimentação saudavel e exercicios. Essa deve ser minha prioridade, mas é impressionante a quantidade de problemas pequenos que se tornam problemas grandes porque algumas pessoas nao prestam suficiente atenção no que estão fazendo e nas implicações das decisões.

Pretendo falar mais dessa parte do mundo corporativo no futuro, a medida que o projeto for desenvolvendo. Acho que pode ser interessante dividir com as pessoas que acompanham o blog, como é uma visao nao romantizada do mundo corporativo. Algumas vezes, falando com alguns colegas, eu me sinto um pouco deslocado porque o discurso é um pouco pasteurizado e os assuntos também. Vejo pessoas se relacionando apenas porque querem ter acesso a alguem importante na corporação ou alguem que pode facilitar a vida deles em uma futura promoção, mas nao demonstram nenhum interesse genuino pela pessoa que estão entrando em contato. Os assuntos estão sempre relacionados a grandes projetos, quantas pessoas tem na sua equipe, quanto voce tem de bonus, quando voce vai trocar o carro da empresa, para quem voce reporta, assuntos sobre as inumeras letrinhas que se transformou a carreira das pessoas (CFO, CPO, CIO, CEO, etc...), qual o artigo da Harvard Business Review para mencionar na reunião com o chefe ... 

De toda forma, pretendo focar os assuntos do blog em dois componentes principais: mundo corporativo e IF vivendo em outro pais. Acho que dessa forma poderei colaborar com os colegas e abordar a vida no mundo corporativo, a rotina, as armadilhas, os beneficios, etc... e também abordar como é perseguir a IF vivendo em outro pais, já que com a transferencia para os EUA eu terei essa experiencia. Além disso, mesmo se eu nao ficar permanentemente nos USA, eu irei provavelmente me mudar para Europa, já que a cidadania europeia esta batendo na porta.

Falando em cidadania europeia, finalmente o Sr. Executivo Pobre pai (o Presidente do Conselho) já tem sua cidadania portuguesa. Esse mes eu enviei os documentos para a transcrição do casamento dos meus pais e, na sequencia, vem a minha cidadania e também a dos meus irmãos.

Por esse motivo, esse mês houve uma despesa consideravel com o pagamento da advogada por mais essa etapa conseguida e com as certidões necessárias para transcrever casamento + as certidões para 3 cidadanias (minha e dos meus irmãos). Para se ter ideia cada apostilhamento de certidão sair por R$109,00 ... mas vejo as despesas chegando a um final já que depois da minha cidadania, faltará somente a da Sra EP e do Estagiário Pobre. Estamos quase lá !!! Além disso, com oestou aproveitando para fazer um check-up completo antes da mudança, teve dois procedimentos odontologicos que nao sao cobertos pelo plano e também trouxeram despesas extras.



Ainda com as despesas extras, foi possivel aportar um pouco esse mês e manter o patrimonio crescendo. Finalmente atingi a meta de R$300K, porém com dois meses de atraso ... era para ser Dez/17 e ocorreu em Fev/18. 

Ja encaminhei a venda do meu carro (por R$3K a mais do que o planejado inicialmente). Ainda nao recebi nenhuma proposta para compra do meu apto, mas já recebi duas propostas para aluguel no valor que eu anunciei no mercado. Ainda nao fechei nada, pois como falei com os interessados, eu estou esperando o processamento completo do meu visto para então vender ou alugar meu apartamento. Espero ter novidades ainda durante esse mes - uma vez que o pre-approval do USCIS ja foi liberado e agora falta apenas o processamento dos ultimos documentos para chegar finalmente na entrevista no Consulado.

É isso ai pessoal - conto com a torcida de voces !!!

Um grande abraço,

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Meu Plano de Independência Financeira & Aposentadoria (USA)

Ola Pessoal - tudo bem ? Com a potencial mudança para os USA, eu decidi verificar como fica o meu plano de aposentadoria e independencia financeira.

Partindo de algumas premissas e projetos que tenho para uma aposentadoria antecipada fiz uma comparação de patrimonio ficando no Brasil e partindo para os USA. 

Vale ressaltar que eu comecei a trabalhar com 14 anos (já contei um pouco da minha história nesse post e também nesse post) e pretendo ter disponibilidade total de tempo (ou seja, me aposentar), no máximo aos 55 anos de idade. Partindo da premissa de que iniciei minha vida profissional aos 14 anos e nao tive nenhum periodo de interrupção até o momento, já se foram aproximadamente 20 anos de trabalho (eu tenho entre 30 e 35 anos de idade) e se continuar até os 55 anos de idade, terei trabalhado algo próximo de 40 anos da minha vida. 

Considero um tempo excelente e devido ao desgaste da vida corporativa, espero poder parar inclusive antes dos 55 anos de idade. De qualquer forma, com a possibilidade de mudança de pais que venho comentando com voces, eu decidi avaliar como ficará minha situação patrimonial e o planejamento para aposentadoria antecipada.

As premissas utilizadas são as que já estamos acostumados a debater na comunidade financeira:

a) Taxa de Retirada: 4% a.a

b) Previsão de Retorno: 6% a.a. (acima da inflação)

c) Aportes constantes: considerado o aporte planejado Brasil e aporte planejado USA

d) Aumento Salarial e Inflação: os aumentos salariais nao estão considerados, servindo então para cobrir inflação. Para todos efeitos considero aumento salarial = inflação. Nao estão consideradas eventuais promoções ou novas transferencias.

Então, vamos as comparações. O primeiro passo será comparar as receitas e impostos retidos no salário e entender qual é o salário liquido nos dois países. Para isso, montei a tabela abaixo:



Dessa forma, cabe verificar que nos Estados Unidos existe incentivo fiscal para determinadas despesas (saude e previdencia). Dessa forma, os valores de Plano de Saude (selecionei o plano médio entre as tres opções de planos disponiveis na empresa), valores de previdencia privada (selecionei 4% de contribuição pois é o valor limite que o empregador também deposita na conta) e estimei valores de USD 200 para depósito em conta HSA (Health Savings Account) e que pode ser utilizado para qualquer tipo de despesa médica, inclusive a compra de medicamentos. É exatamente para essa finalidade que estou separando esses USD 200 / mês.

Com isso, chegamos em um salário liquido comparativo entre Brasil e USA. Porém, além disso é importante considerar que nao estamos planejando que a Sra EP trabalhe nos Estados Unidos durante o primeiro ano de vida do Estagiário Pobre. Dessa forma, nao estou considerando nenhum rendimento dela por lá; entretanto, terei a oportunidade de vender ou alugar meu apartamento no Brasil e obter renda extra. A melhor opção seria a venda do apartamento, mas nesse exercicio, eu vou considerar o aluguel já que tenho 2 propostas de aluguel na mão e ainda nao recebi nenhuma proposta de compra do apartamento.

Com todas as considerações acima, chegamos a um valor de renda liquida comparavel entre os dois países. Utilizando sempre um cambio de USD 1,00 = BRL 3,30 - terei uma renda nos USA 36% superior a renda atual no Brasil (ainda nao estamos considerando bonus ou premiações por desempenho).

Mas agora vem a parte mais importante, ou seja, as despesas que irão determinar meu poder de aporte. Para isso também montei o seguinte quadro:


Nesse quadro tenho as despesas relacionadas a habitação. Recentemente, apareceram boas ofertas de aluguel na cidade onde vou morar com valores inferiores aos USD 1.700 que estava considerando. Na verdade, apareceram ofertas em torno de USD 1.550 em casas realmente muito interessantes. Acredito que quando estiver por lá poderei negociar um bom local com valor inferior aos USD 1.700 planejados, mas por hora vou manter esse valor de acordo com o planejamento inicial. No Brasil, nao tenho despesas de aluguel já que moro em imovel próprio.

No imóvel de aluguel nos USA nao sou responsável por pagamento de HOA (Home Owner Association), Seguro, Impostos, manutenção, jardinagem, retirada de lixo, etc ... todos esses valores estão inclusos no aluguel. Já aqui no Brasil eu tenho despesas mensais de condominio e IPTU. Nao estou considerando valores de manutenção do imovel no Brasil porque nao tenho dados suficientes para fazer uma boa estimativa.

O total de utilities (energia eletrica, gas, agua) estou estimando em USD350 / mes; mas segundo amigos que moram por lá minha estimativa está um pouco exagerada. Ja os valores de tel celular e internet foram confirmados no site das operadoras.


As despesas de supermercado também estão bem apuradas com pessoas que moram por lá. Ja as despesas médicas estou considerando uma visita por mês ao clinico geral e o custo de uma receita de remedios para 90 dias. Desta forma, cada um de nós (familia de 3 pessoas) poderemos passar no medico a cada 3 meses, o que eu considero uma média aceitável. Além disso, estou incluindo outros USD 100 para compra de medicamentos, nao esquecendo que ja deposito outros USD 200 na conta HSa que me permitem fazer frente as despesas medicas, incluindo remedios (isso da um total de USD300 / mês).

Ainda nao descobri como funciona o IPVA por lá, por isso nao estou considerando nenhum valor apesar de saber que é uma despesa que terei de fazer frente. O valor de seguro foi obtido através de cotação com empresas locais. O valor de combustivel nos USA deve ser minimo, devido a minha intençao de ir trabalhar de bicicleta e utilizar o carro apenas em dias de chuva e final de semana para pequenos passeios. Ainda assim, considero tres tanques de combustivel por mes. Também esta provisionado um pequeno valor para troca de oleo, reparo de pneu ou alguma outra manutenção rotineira, caso necessário.


também está considerado valores para corte de cabelo e vestuário. Além disso, vou continuar contribuindo para INSS (nao sobre o valor máximo) para obter beneficio em caso de invalidez parcial ou permanente, em caso de uma nova gravidez futura da Sra EP, em caso de morte de um dos conjuges, etc... Nao costumo contar com o INSS para aposentadoria pois nao sei como estarão as coisas ate eu ter a idade minima para me aposentar, mas encaro o INSS como um amplo seguro para casos de invalidez ou morte.

As despesas de restaurantes estão computadas considerando comer fora 3 finais de semana por mes (custo médio de USD 50 para o casal por jantar) e o valor de USD 500 para viagens e passeios maiores.

Com isso tenho o total de despesas de USD 4.242 e podemos fazer já uma primeira análise. Estou indo com receita 36% superior ao que tenho no Brasil, mas terei despesas 57% superior ao que tenho no Brasil. Isso é facilmente compreendido pelas despesas medicas que hoje nao tenho por aqui (meu plano de saude nao tem custo para o funcionário) e pelas despesas de viagens que estou planejando. Além disso, existe uma grande diferença entre a despesa de aluguel nos USA (USD 1.700) e a renda que irei obter alugando meu apartamento no Brasil (USD 500) e também o fato de considerar renda zero para a Sra Executiva Pobre.

Mas os numeros ainda nao estão completos - é necessario verificar o valor possivel de aporte e também os valores da previdencia que a empresa oferece como beneficio para as empregados. Dessa forma teremos:


Considerando o beneficio da previdencia e o aporte que a empresa faz até o valor maximo de 4% do salário, eu terei um poder de aporte de USD 2.427 - utilizando a mesma taxa de cambio para todo o estudo USD 1 = BRL 3,30 - eu terei um aporte 15% superior ao aporte no Brasil. Isso se deve principalmente ao beneficio da previdencia oferecido pela empresa.

Portanto, após estabelecer o poder de aporte em cada pais, será possivel fazer um estudo de aposentadoria considerando o valor patrimonial atual e os respectivos aportes.


Considerando o patrimonio atual e as premissas de mais 20 anos de aportes, rendimentos a uma taxa de 6% a.a. acima da inflação, anualizando os valores mensais obtidos de capacidade de aporte e lembrando sempre da utilização da mesma taxa de cambio USD 1 = BRL 3,30 - temos então que será possivel tornar milionário em dolares, já que o valor futuro indica algo como 1,3 milhões de dolares de patrimonio caso eu consiga manter esse planejamento.

Voces devem ter notado que eu nao considerei o bonus anual em nenhuma das estimativas, pois eu considero esse dinheiro um extra e caso nao conseguirmos atingir as metas estabelecidas nao recebo bonus. O valor do bonus pode ser utilizado para aumentar a verba de viagens, fazer frente a uma despesa nao esperada naquele ano e, principalmente, aumentar o aporte e diminuir o prazo para atingir a IF.

O valor acumulado em USD permitirá uma retirada anual (considerando a taxa de 4% a.a.) de USD 54.764,80 - o que é um ótimo valor para uma aposentadoria, pois dá uma média mensal de USD 4.563,73 - valor superior ao total de despesas que tenho hoje.

Obviamente que no meu plano inclui reduzir as despesas. As despesas de viagem nao serão mantidas durante os proximos 20 anos, ao contrario, elas irão diminuir caso eu consiga o Green Card. No momento, elas sao consideradas como oportunidade para aproveitar o turismo na Terra do Tio Sam, já que nao sei exatamente quanto tempo estarei por lá.

Para aposentadoria, eu também nao terei as despesas de saude e medicas pois nao pretendo ficar nos USA. Pretendo sim fazer uso da cidadania portuguesa e me basear naquele pais para tratamentos medicos (caso necessário) e consultas fazendo valer o fato de que o sistema de saude é publico e gratuito em terras lusitanas. Essa mudança me permite reduzir as despesas em USD 510 / mês considerando que nao terei de pagar plano médico e consultas em terras portuguesas.

Outra vantagem é o valor de aluguel em Portugal, comparado com o que tenho previsto para os Estados Unidos. O valor de USD 1.700 equivale a aproximadamente EUR 1.393; o que é um valor mais do que suficiente para aluguel em cidades pequenas de Portugal e outros paises da Europa (pequenos vilarejos da Italia, Alemanha, França, Republica Tcheca e todo leste europeu, etc...), além de ser uma fortuna para aluguel nos paises da Asia.

Existe uma renda extra potencial (a partir dos 64 anos) de USD 1.016 do social security americano; além de um potencial de renda do INSS brasileiro. Logo, considero todos esses valores como contingencia dentro do meu plano - serão valores extras.

Além disso, a Europa também é meu plano caso eu nao consiga o Green Card dentro do periodo de cinco anos. Com isso, todos esses valores teriam de ser recalculados - mas por hora me contento em fazer os calculos com o cenário americano.

De toda forma, claro que vou tentar potencializar esse valor com a Sra EP voltando ao trabalho após o primeiro ano com o Estagiário Pobre. O resto depende dos rendimentos e do mercado financeiro que pode me trazer boas ou más surpresas, mas que no longo prazo (20 anos) nao é nada agressivo supor rendimentos de 6% a.a.

E voces - já calcularam o valor previsto do plano de Independencia Financeira / Aposentadoria de voces ?

Um grande abraço,

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Meu Plano Financeiro para Chegada nos USA

Ola pessoal - tudo bem ? Eu decidi fazer essa postagem para verificar como vai ser minha chegada nos Estados Unidos, assim que todos os tramites do visto estiverem resolvidos. Apesar das diversas preocupações com mudança, documentação, visto e outras coisas mais; um ponto importantíssimo para a chegada nos USA é verificar como isso afetará meu patrimônio. 

Com certeza alguns gastos serão necessários e eu já estou comprando dólar em especie para fazer frente a essas despesas iniciais. Entretanto, eu terei alguns benefícios e renda extra no inicio, conforme já negociado em contrato. Então, eu decidi colocar os números e verificar o que posso esperar desse ano de mudança para os Estados Unidos. 

O primeiro passo foi descobrir quanto dinheiro eu deixarei aqui no Brasil e para isso, eu considerei minha data de mudança em Março/2018. Portanto, eu ainda terei o salário de Fevereiro aqui no Brasil, bem como minhas despesas usuais.


FEVEREIRO = No mês de Fevereiro, o planejamento é fazer um aporte adicional de R$8K e também ja acertei a venda do meu carro popular particular. Esse dinheiro será acumulado na conta e com isso atingirei o valor de R$328.920



MARÇO = Já em Março eu devo assinar a rescisão do meu contrato aqui na empresa. Espero poder negociar e ser mandado embora para poder acessar o FGTS ou negociar a demissão em comum acordo conforme a nova legislação trabalhista permite. Mas, para fins de planejamento, eu estou considerando que terei de pedir demissão e que não vou receber nada além de ferias e 13° Salário proporcional. Considerei, aproximadamente 70% do valor, pois nao estou muito certo dos impostos que irão incidir sobre esses valores. Além disso, no mes de Março eu termino a compra de dolares em especie e vou levar o limite permitido pelo governo americano, ou seja, USD10K.



ABRIL = Eu considero o mes de Abril como o mes efetivo da mudança. Por isso, eu ja considero um rendimento de 0,5% sobre o saldo financeiro que deixarei aqui no Brasil e também um valor de aluguel de R$1.800,00 (nesse valor já está descontado o imposto de renda para não residente - aliquota de 15%).

Nesse mes eu também recebo meu primeiro salário e os beneficios acordados nos USA. Portanto, levarei os USD10.000 em especie e receberei USD9.200 como bonus de assinatura (estou considerando somente dois salários tributados com aliquota de 30%).

Considerei todas as despesas já mencionadas na postagem com meu orçamento mensal nos Estados Unidos, o que me permite o aporte de USD1.836; porém eu terei algumas economias já que ficarei morando em hotel nos primeiros meses e também terei carro alugado. As economias estão listadas nas tabelas abaixo (mes de Abril e Maio) e também ja inicio o aporte na conta 401K (especie de previdencia americana). O aporte é de USD 307, porém a empresa deposita outros USD307 totalizando então os USD614 listados no planejamento.



MAIO = no mes de Maio, eu considero exatamente as mesmas despesas e receitas já explicadas no mes de Abril.


JUNHO = Esse é o mes que efetivamente eu irei morar em uma residencia nos Estados Unidos e começarei a arcar com todas as despesas. Como podem ver na planilha abaixo, eu considerei um mes de caução para todas as contas, mesmo sabendo que serei reembolsado dessas despesas após algum tempo necessário para criar um histórico de credito.

Também nesse mes eu considero a compra do meu carro e de uma bicicleta. Eu pretendo ir trabalhar diariamente de bicicleta, de forma a incluir mais atividade na minha rotina e buscar um estilo de vida mais saudavel. As despesas estão relacionadas e o seguro do carro já faz parte do meu orçamento mensal.



JULHO = A partir do mes de Julho, as contas entram em modo mais automatico e por isso irei repetir as planilhas mes a mes, na sequencia para avaliarem a evolução do saldo em dolares e em reais.








DEZEMBRO = No mês de Dezembro, eu considero o pagto de bonus (estou considerando apenas 50% do valor, tributado a aliquota de 30%); mesmo assim eu vejo que é possivel atingir minha meta de 400K que está sim bem conservadora, pois espero deixar verba suficiente para fazer road-trips pelos Estados Unidos e conhecer bem um pais que é maior do que o Brasil não é uma coisa tão simples.



Como voces podem ver, é possivel superar a meta com uma certa folga, mas vale lembrar que existe o risco cambial envolvido. A flutuação cambial pode fazer o patrimonio em Reais sofrer quedas ou altas expressivas dependendo do comportamento do mercado de cambio. 

E outro ponto importante é perceber que do saldo de USD35.940 que está planejado para Dezembro/18, cerca de USD5.526 estarão imobilizados na minha conta 401K que tem certas regras para retirada. Então, o meu saldo liquido em dolares será de USD 30.414; o que ainda está acima da meta de aporte de USD30K / ano.

Além do plano apresentado, eu possuo ainda uma contingencia adicional: 

 - Negociar a Rescisão Contratual = em contas aproximadas, eu teria R$70.000,00 de verbas indenizatórias se conseguir negociar a minha demissão. Mas, como voces viram no meu planejamento, eu nao estou contando com essa possibilidade. Nao acho que teria uma boa posição para negociar a saida dessa forma (apesar de que seria muito bom para mim, caso eles me demitissem para encerrar o vinculo empregatício aqui no Brasil). Talvez eu aborde com a possibilidade da demissão negociada que agora está regularizada na reforma trabalhista, mas tampouco estou contando com essa alternativa.

 - Restituição IR Brasil = Nesse ano eu faço a declaração referente a 2017 e terei algum valor a ser restituído, já que tenho um dependente adicional (o Estagiário Pobre) e as despesas medicas do parto (R$8.000,00 sendo R$4.000,00 já reembolsados pelo plano de saude) + despesas de dentista (R$1.500,00) que tive com um dos meus dependentes.

Nao estou considerando esses valores de contingencia porque ainda terei despesas com o processo de cidadania (transcrição do casamento dos meus pais + cidadania EP e irmãos) e pretendo fazer frente a essas despesas utilizando esses valores a receber do Leão.

Além disso, tenho o plano de vender meu apartamento (em vez de alugar) e isso representaria aproximadamente mais R$400K de aporte, aumentando bastante o patrimonio e me deixando próximo do milhão.

Nas próximas postagens, enquanto eu espero novidades sobre o processamento do visto, eu irei compartilhar com voces o planejamento para os próximos 05 anos que estarei fora. Na verdade esse periodo pode ser maior se conseguir o Green Card, mas mesmo que nao consiga a residencia permanente nos Estados Unidos, eu nao pretendo voltar ao Brasil tão cedo. Na verdade, eu pretendo utilizar a cidadania europeia e caso tenha de sair dos Estados Unidos após os 05 anos, eu irei me aventurar no Velho Mundo.

Então é isso pessoal - até a proxima postagem.

Um grande abraço,

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Atualização Patrimonial JAN/18 - R$297.920,07 (+3,63%)

Ola pessoal - tudo bem ? O mes de Janeiro acabou e vamos ao primeiro fechamento do ano. Como voces sabem, para esse ano de 2018, eu tenho a meta de atingir R$400.000,00 em ativos financeiros. 

Como também voces ja devem estar acompanhando, eu estou em meio a um processo de transferencia para os Estados Unidos. Ja dividi com voces a minha negociaçao para a transferencia (clique aqui para ler como negociei meu salário e beneficios) e também pode querer clicar aqui para informações adicionais.

Alem disso, eu também já falei sobre o meu planejamento de receitas e despesas (clique aqui para ver meu Orçamento Mensal nos Estados Unidos).

Com essas informações, eu mantive o meu planejamento de aportes e meta patrimonial no ano de 2018 da mesma forma como estava antes da transferencia, ou seja, esse ano quero chegar em R$400.000,00 em ativos financeiros.

Nesse mes de Janeiro eu realizei a venda da minha carteira de FII´s e por isso estou com bastante liquidez e verificando as oportunidades que terei como investidor nao residente. Nos primeiros dois anos, nao pretendo fazer grandes mudanças (provavelmente o dinheiro ira ficar na Renda Fixa no Brasil) até que a empresa conduza o processo de aplicação para Green Card em 2019 e eu tenho uma visão mais clara das minhas chances de obter a residencia permanente nos Estados Unidos. 

Caso tudo corra como planejado, eu inicio a transferencia de patrimonio do Brasil para Estados Unidos, mas claro que ja irei levar um pouco para iniciar minha vida por lá. Porém, caso tenha alguma dificuldade com a obtenção do Green Card, o dinheiro permanece no Brasil aplicado na Renda Fixa e continuo acumulando dolares na Terra do Tio Sam. Ao final do periodo quando tiver de sair dos Estados Unidos, utilizarei os rendimentos do patrimonio investido no mercado americano para iniciar uma nova vida na Europa (outro grande sonho que tenho é morar por lá e conhecer o maximo de lugares possivel).

Mas esse plano tem um risco enorme - o risco cambial. O dinheiro que está no Brasil está exposto a flutuação cambial e o dinheiro que está nos Estados Unidos tambem está exposto ao risco cambial, ao menos enquanto nao tiver a residencia definitiva (Green Card) para me estabelecer nos Estados Unidos. Digo que mesmo o dinheiro que acumular nos Estados Unidos também está exposto ao risco cambial porque, sem Green Card (situação conservadora) o dinheiro será consumido na Europa, ou seja, o dinheiro estará aplicado em dolares e será consumido em euros. Mas deixando o risco cambial para o futuro, eu pretendo ir migrando patrimonio a medida que eu tiver maiores indicações em relaçao ao meu futuro na Terra do Tio Sam. Se o valor do dolar baixar consideravelmente, eu transfiro mais Reais para lá, se o valor do dolar aumentar consideravelmente (talvez isso seja mais provavel) eu vejo a relação dolar / euro e a relação dolar / real / euro e faço a operação que for mais atrativa no momento.

Como meu patrimonio vai começar a ter bastante influencia do cambio, eu decidi iniciar a medição de rentabilidade do inicio, considerando o mes de Janeiro/2018. Portanto, apesar de no titulo voces verem uma valorização de +3,63% em relação ao patrimonio de Dezembro/17, na planilha do colega ADP (Além da Poupança), voces verão que a valorização patrimonial será de 0%.


Estou quase chegando a minha meta de Dez/17 (R$300.000,00) e isso quer dizer que eu já começo atrasado para minha meta de 2018; mas vamos em frente pois é totalmente possivel atingir a meta (claro, desde que o cambio nao me atrapalhe muito ... mais risco na carteira).

Vou tentar ja deixar uma postagem pronta para os proximos dias falar um pouco mais sobre meu plano financeiro inicial (chegada nos Estados Unidos) já que terei moradia e carro pago pela empresa durante um periodo, além de um valor de bonus por assinatura de contrato.

Um grande abraço,