segunda-feira, 30 de julho de 2018

Orçamento Mensal USA - Revisado e Atualizado

Ola pessoal - tudo bem ? Como parte do acompanhamento da minha evolução patrimonial, eu senti a necessidade de fazer um acompanhamento mais proximo dos meus gastos mensais como forma de garantir que o dinheiro previsto para o aporte (cerca de USD 30K) realmente irá ser aportado.

Agora eu tenho uma situação de total exposição ao risco cambial. Eu tenho ainda patrimonio no Brasil, inclusive um imóvel que recebeu mais duas visitas de interessadas - vamos ver se consigo vender ele pelo preço anunciado. E tenho também patrimonio nos USA, já que minha renda está em dolares e eu transferi uma parte do meu patrimonio para cá - atualmente tenho uma divisão de praticamente 50-50 (%) do patrimonio entre Brasil e Estados Unidos - isso sem contar o imovel que ainda tenho no Brasil.

Como ainda tenho algumas despesas inesperadas por aqui (relacionadas a mudança, documentos, etc...) e como ainda tenho despesas no Brasil, e até em Portugal devido ao processo de cidadania (agora do Estagiário Pobre, da Sra EP e também da minha mãe); além de ainda estar me familiarizando com os preços dos items que consumo aqui nos Estados Unidos - eu decido fazer um acompanhamento um pouco mais próximo e iniciei essa rotina em Agosto.

O modo que escolhi é o velho e bom orçamento mensal, com as colunas de receita e despesas planejadas, realizadas e também o saldo do mês. O saldo do mês é importante para fazer o acompanhamento anual. Isso quer dizer que se tenho um orçamento de 120 dolares para combustivel (por exemplo) e gastei 150, então eu terei um saldo negativo de -30 dolares. Isso pode ser compensado com uma economia em outra categoria de gastos, ou até uma economia no mes seguinte ... por isso a importancia da coluna saldo.

Se eu seguir exatamente meu orçamento, então todas as categorias terão saldo USD 0,00 - isso significa que nao gastei mais nem menos do que o planejado e o aporte mensal de USD 1.300 será feito normalmente.

Mas ai voce pode me perguntar - se vai aportar USD 1.300 como vai ter aporte de USD 30.000 no ano ? Para responder essa pergunta vou mostrar o detalhamento do planejamento de aportes através do meu orçamento mensal.

Após dois meses aqui, eu consegui verificar o valor dos impostos que incidem sobre o meu salário, o valor do Medicare, o valor do health and dental insurance que escolhi, o valor que estou também destinando a uma conta FSA para pagar a minha parte no valor das consultas, remedios, etc... e com isso eu tenho pagamentos liquidos de USD 2.805,00

Como aqui nos Estados Unidos o salário é anual - então eu tenho o meu salário de USD 92.000 / ano que é dividido em 26 pagamentos (tem mes que terei dois pagamentos e mes que terei 3 pagamentos - isso está refletido no meu planejamento de aportes). Continuando com a matematica de "padaria" (o tipo de analise que considero mais efetivo e que mais gosto) - temos USD 92.000 / 26 pagamentos = USD 3.538,46 / pagamento - isso são valores bruto, ou seja, sem considerar impostos e outros descontos.

Como recebo liquido USD 2805 / pagamento - eu estou ficando com 79,3% do meu salário (USD 2805 / USD 3.538), isso lembrando que os descontos que sofro nao sao apenas impostos, tem também o valor que eu destino a minha conta FSA que é um dinheiro pre-tax e a contribuição para o plano 401K.

Então - posso fazer a seguinte conta:

USD 2.805 (pagamento liquido) x 26 pagamentos = USD 72.930 renda liquida

Minhas despesas planejadas são:

1 - Aluguel = USD 1.795 (USD 21.540 / ano)
Essa é a categoria com maior gasto e com alguns calculos é possivel comprovar que vale a pena comprar o imovel - ao menos no caso do imóvel onde estou morando. Imoveis no mesmo local (condominio) estão a venda por USD 265.000 - ou seja, o aluguel na região está em torno de 8,12% do valor do imovel (calculo anual). Ao mesmo tempo, após conseguir construir um bom histórico de credito é possivel financiar imóvel com juros ao redor de 4% a.a - isso significa que a parcela de sua hipoteca vai ser menor do que o valor do aluguel. Mas vou falar sobre esse plano em outra postagem, já que pretendo ficar ao menos dois anos nesse imóvel e nao vou adquirir imovel por aqui antes de conseguir meu green card (por isso o prazo aproximado de 2 anos).

2 - Energia Elétrica = USD 170 (USD 2.040 / ano)
Eu recebi a primeira conta de energia parcial (referente a 13 dias de consumo) e o valor veio coerente com o orçamento. De qualquer forma é esperado valores maiores durante o verão - já que o clima é muito quente e o ar condicionado funciona durante boa parte do dia. Durante o inverno o consumo de energia é consideravelmente mais baixo - por isso a coluna saldo vai ter uma importancia grande no planejamento pois conseguirei capturar esse efeito sazonal. Infelizmente, quase a totalidade das casas aqui utiliza fogão elétrico e isso também tem impacto na conta de energia.

3 - Agua = USD 50 (USD 600 / ano)
Também recebi a primeira conta de agua e o valor veio dentro do orçamento. Irei acompanhar os proximos meses para entender se existe algum efeito sazonal, mas acredito que não já que nao tenho piscina ou algum outro equipamento que pode aumentar o consumo de agua.

4 - Internet + Cable = USD 105 (USD 1.260 / ano)
Ainda tenho duvidas de qual será o valor correto da conta de internet e TV a cabo. Na primeira conta vem cobrado a taxa de instalação e por isso o valor veio um pouco superior. De qualquer forma irei carregar um saldo negativo (despesa maior do que o planejado) e tentarei compensar em outras categorias. Eu estou com um plano interessante com 100MB de internet e também um bom plano de TV - com o passar do tempo vou reavaliar se devo fazer alguma alteração.

5 - Celular = USD 50,00 (USD 600 / ano)
Esse valor já considera duas linhas de celular com 7GB de dados para cada linha; mas como o plano foi feito durante as promoções de 4 de Julho, eles dobram a internet disponivel, significando que temos então 14GB para cada linha e ligações ilimitadas para USA e Canada. Acho que o plano irá nos atender bem e vou reavaliar depois de uma no para verificar se ajustes serão necessários.

6 - Manutenção Casa = USD 45 (USD 540 / ano)
Esse é o valor mensal para troca de filtro do ar condicionado, troca de filtro de agua e troca de lampadas (caso alguma queimar). Esses sao os itens de manutenção sob a minha responsabilidade na casa.

7 - Automovel = USD 445 (USD 5.340 / ano)
Esse é o valor da prestação mensal do carro que comprei aqui. Apesar de ter o dinheiro para pagar a vista, é importante voce financiar alguns itens (por mais absurdo que possa parecer) para construir seu histórico de credito por aqui. Por esse motivo, eu dei entrada no carro e fiz um financiamento para provar para os americanos que eu sou um bom pagador.

8 - Seguro Carro = USD 150 (USD 1.800 / ano)
Fiz o seguro com a progressive que tem parceria com o Bank of America. Irei explicar um pouco mais sobre a promoção que peguei quando fizer a postagem também sobre a negociação do carro; mas nao terei de pagar a prestação nos primeiros seis meses.

9 - Combustivel = USD 120 (USD 1.440 / ano)
Esse valor de combustivel considera somente o trajeto padrão casa-trabalho-supermercado-casa. Para passeios e viagens, o custo do combustivel será computado na categoria de viagens. Com o valor previsto no budget, será possivel encher 4 tanques de combustivel - ou seja, estou prevendo 1 tanque por semana, mas acredito que nao vou usar tudo isso.

10 - Manutenção Carro = USD 0 (USD 0 / ano)
Explicarei detalhes do motivo pelo qual nao tenho verba alocada para manutenção do carro quando fizer a postagem mostrando como foi a negociação para compra do veiculo.

11 - Compras = USD 500 (USD 6.000 / ano)
Esse é o valor para as compras de supermercado, considerando também as coisas para o Estagiário Pobre (fraldas, por exemplo). Pelas visitas que fiz nos supermercados - também vou fazer uma postagem sobre isso - eu acredito que será um valor suficiente para uma alimentação adequada aqui nos Estados Unidos (somente o preço da carne vermelha que é muito caro e vou ter de substituir por carne branca).

12 - Restaurantes = USD 150 (USD 1.800 / ano)
Aqui é a categoria para colocar aquelas saidas para restaurantes - temos dois aqui que gostamos muito. Ate o momento o valor tem sido suficiente - também pretendo falar disso em uma postagem futura.

13 - Roupas = USD 80 (USD 960 / ano)
Aqui entra as roupas para trabalhar e compradas em liquidação. Aqui é muito facil montar seu guarda roupa gastando pouco e tem uma infinidade de lojas de baixo custo e promoções a todo momento. Comprei diversas camisas para vir trabalhar por USD 9,90 cada uma.

14 - Remedio = USD 40 (USD 480 / ano)
Como o plano de saude cobre a maior parte dos custos de remedio, eu considero aqui somente o custo da co-participação - que é de USD 20 dolares por receita de 30 dias.

15 - Passeio = USD 110 (USD 1.320 / ano)
Aqui esta o orçamento para comprar ingressos para atrações, para cinema, para pequenos passeios aqui por perto.

16 - Viagem = USD 500 (USD 6.000 / ano)
Aqui eu separo mensalmente o valor para viagem de ferias, viagem dentro dos USA - etc... Se eu for passear no Brasil o valor também entra aqui, mas na verdade por enquanto estou pensando mais em passeios nos Estados Unidos para aproveitar que estou por aqui e Europa para aproveitar o cambio já que existe uma relação mais "saudavel" entre dolar e euro.


Então, somando todas as categorias acima, eu teria um valor anual de USD 51.720 em despesas.

Colocando então o valor de USD 72.930 (receita liquida) - USD 51.720 (despesas) = USD 21.210 / ano

O valor de aporte de USD 21.210 representa 29,1% da minha renda - mas ainda tenho outros valores que precisam ser considerados e que podem aumentar minha taxa de poupança.

Em primeiro lugar, a empresa deposita um valor mensal de USD 307 para o plano de previdencia (conhecido como 401K). Ja está descontado da minha renda liquida o valor do meu aporte de USD 307 e a empresa faz o deposito de 100% até esse limite. Como o meu deposito ja está considerado, mas o da empresa ainda não, então isso já melhora o nivel de aporte para USD 307 x 12 =  USD 3.684. 

Além disso, eu tenho um bonus anual que estou considerando no limite inferior das metas (estou sendo conservador) e isso significa mais USD 6.500.

Dessa forma temos USD 21.210 (total aporte anual) + USD 3.684 (contribuição da empresa para 401K) + USD 6.500 (bonus considerando nível minimo de metas) = USD 31.394

Isso representa 39,5% da renda liquida (considerando o bonus como parte da renda liquida)

Estou contente com esse potencial de aporte (claro que os números não foram refinados) mas vejo um potencial de economizar com as despesas mensais e tentar aportar ainda mais. Mas um valor próximo de 40% da renda liquida, considerando que estou separando verba para passeios e viagens, me parece razoável para esse momento de vida.

O objetivo principal agora é vender o apartamento, pois o patrimônio chegará em torno de R$800K (caso venda por valor aproximado de R$400K) e a força dos juros compostos começariam a ter um efeito representativo na evolução do patrimonio.

Um outro ponto é que ainda estou estudando onde aplicar meu recursos no mercado americano e, até o momento, estou inclinado a utilizar a estratégia de comprar fundos de índice da Vanguard. Mas, ainda preciso amadurecer a estrategia, conhecer melhor a legislação americana sobre tributação de investimentos e ainda conhecer melhor os produtos disponíveis no mercado americano.

Então no final de cada mês (a partir de Agosto) eu irei divulgar a atualização patrimonial como já é de costume, mas também irei divulgar o meu orçamento com a revisao das receitas, despesas e aportes do mes.

Um grande abraço,

20 comentários:

  1. Olá EP, tudo bem?

    Muito bem detalhado seu orçamento! Sobre o financiamento, imagino a "paulada" de juros que está pagando rsrs Engraçado essa coisa de financiar para ser bom pagador. Meu primo aqui no Br teve vetado algumas compras por não ter nome no mercado. Ele sempre pagou a vista e isso não sei porque não dá fama de bom pagador.

    Vai entender...

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Investidor - tudo bem ? Como nao tenho histórico de credito aqui, a primeira concessionária que visitei voltou com uma proposta de apenas 16% a.a. de taxas de juros para financiar um veiculo.

      Depois eu passei quase duas semanas buscando outras opções e acabou que fechei uma negociação com outra concessionária que me trouxe para taxas de juros mais civilizadas - em torno de 5% a.a. (ainda superior ao que um americano com bom historico de credito consegue - que seria algo em torno de 3,5% a.a.)

      A questao do credito por aqui é muito interessante - voce nao consegue contruir seu historico de credito se nao comprar coisas parceladas; mas nao consegue comprar nada parcelado porque nao tem histórico de credito.

      Claro que existe ferramentas para voce construir - no meu caso, a empresa de gestão de imóveis que administra a casa que aluguei informa as empresas de credito sobre os pagamentos e ajuda a criar o historico de credito (como se eu tivesse financiado uma casa). Os pagamentos da fatura de cartao de credito também ajudam a construir o credito, assim como o pagamento das parcelas do financiamento do veiculo.

      Mas, a pessoa que nao tem bom histórico de credito por aqui e nao tem economias para comprar as coisas a vista - acaba tendo uma vida muito dificil.

      Um grande abraço,

      Excluir
  2. USD 1.795 de aluguel...vc ta maluco? Vai morar em NYC ? Em Atlanta pago 990 e acho um Absurdo.
    Pelo visto vc ainda nao conheceu o MINT..deixa te introduzir...o melhor para orçamento domestico e o PC para rastrear seus investimentos. Só estes e nao precisa mais nada nem planilha. Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - tudo bem ? Realmente o valor do aluguel é absurdo ... nao estou morando em NYC (nem sei se gostaria), mas como estou em um local que as escolas sao todas classificadas como nota A, o aluguel esta realmente absurdo.

      Como nao me importo (ainda) com as escolas já que o Estagiário Pobre ainda nao frequenta a escola; eu preferi morar proximo do trabalho. Levo cerca de 10 minutos de carro para ir ao trabalho e isso é um enorme ganho em qualidade de vida - mas realmente o aluguel aqui na região ficou absurdo.

      Caso eu opte em morar a cerca de 40 minutos de carro, eu conseguiria alugar uma casa similar por cerca de USD 1450 / mes. Preciso entender melhor o mercado imobiliário aqui (até porque pretendo investir em imoveis para aluguel no futuro), mas o aluguel é muito caro mesmo.

      E nao pense que moro em uma mansão americana ... moro em uma boa casa mas sem muito luxo e ate pequena para os padroes americanos. Moro em uma casa de tres quartos (uma townhouse) com cerca de 120 metros quadrados e uma vaga de garagem. Nao tem piscina ou qualquer outro luxo - mas esta em uma otimo localização e acredito que isso encarece muito o aluguel porque a procura é alta e a oferta é baixa nessa localidade (quem mora na região nao quer trocar de residencia).

      Mas eu pretendo, assim que conseguir o meu Green Card, mudar do aluguel para uma casa propria - devido as baixas taxas de juros para financiamento imobiliário que é cerca de 4% a.a. atualmente.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Tbm moro numa townhouse de 2 quartos a 20min do trabalho apesar do trânsito de Atlanta ser terrível. Lamento ver que quer entrar em mortgage e ficar devendo por 30 anos. Da uma lida no millennial-revolution e abra os olhos e não faça essa bobagem EP. Sucesso

      Excluir
    3. Conheço o trabalho do milennial-revolution, acho bem interessante. Mas a questao de comprar casa ou não é sempre polemica - existe pontos positivos em alugar e existe pontos positivos em ter imovel proprio.

      O mercado americano é bem diferente do modelo brasileiro. Ao menos aqui na região as casas ficam a venda por um mes ou dois no maximo - acaba sempre girando muito rapido. O aluguel te da mais flexibilidade, sem duvida (e por isso que estou alugando no momento).

      Mas o imovel funciona como diversificação patrimonial - principalmente no meu caso que penso em viver na Europa no futuro. Um imovel poderá gerar renda de aluguel em moeda forte e ajuda na diversificação dos meus investimentos.

      Obvio que preciso levar outros fatores em consideração como imposto, seguro, manutenção, etc... Pretendo fazer uma analise mais completa quando tiver meu green card. No momento, permanecerei no aluguel mesmo.

      Um grande abraço,

      Excluir
  3. Que Bacana a postagem.!!
    Não tem conta de gás? No inverno não se usa calefação?

    Realmente o que pega é o aluguel. Aqui no Brasil eu pago 0.3% do valor do imóve, você está pagando mais que o dobro disso, surreal.

    Ainda bem quem mora num estado low cost, porque em NYC ou Califórnia, custam muito mais .

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola animal - tudo bem ? Nao tem conta de gas - aqui na região o clima é quente e as casas nao tem calefação (nao tem neve por aqui e no inverno as temperaturas ainda sao amenas).

      O valor do aluguel é muito alto aqui - um colega que é solteiro e foi transferido para cá recentemente está morando em um apartamento de 1 quarto e paga cerca de USD 1.200 de aluguel. Os valores estão muito altos por aqui porque parece ser um local que está na moda - devido as boas escolas, diversas familias querem se mudar para cá e inflacionou o mercado. Esse aumento de preços ainda nao está refletido no preço dos imoveis, onde ainda é possivel comprar excelentes casas por USD 260 - USD 280K. Por isso, dependendo de como estiver os preços no momento que eu conseguir (se conseguir) o Green Card, eu irei avaliar a possibilidade de comprar o imovel e o valor da prestação acaba sendo bem inferior ao pagamento de aluguel.

      Um grande abraço,

      Excluir
  4. Sucesso nos Eua!!! Sua organização é invejável.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola OK - muito obrigado. Mas eu tenho de confessar que algumas vezes eu nao consigo seguir o plano ... tem dias que eu passo 100% do tempo apagando incendio e tem dias que eu passo também 100% do tempo vendendo resultados obtidos. Mas acho que na media eu sigo mais ou menos o que coloquei na postagem.

      Um grande abraço,

      Excluir
  5. Interessante saber os preços das coisas nos Estados Unidos, para se um dia tivermos uma proposta para lá, sabermos quanto é que precisamos de ganhar, para compensar ir para lá.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DIL - tudo bem ? Sim - tem de considerar o preço das coisas por aqui para nao aceitar proposta com valor baixo e depois nao conseguir manter o seu padrao de vida e se arrepender. Meu atual chefe aceitou uma proposta que nao era tao boa e ele nao tinha conhecimento do custo de vida por aqui ( e também nao se interessou em pesquisar) - o resultado é que ele ganha cerca de 30% menos do que os pares dele por aqui.

      Eu ja estou negociando uma mudança de escopo de atividades e quero ver se consigo negociar um aumento escalonado devido essa mudança de escopo - algo como um aumento depois de 3 meses, outro depois de 6 meses, outro depois de 1 ano ... as vezes, se voce aceita fazer essa divisao, acaba conseguindo negociar um percentual maior de aumento .... claro que tem a chance de mudarem meu escopo de atividades e eu nao conseguir negociar nada - mas o nao eu já tenho ... rsrsrs.

      Um grande abraço,

      Excluir
  6. Respostas
    1. Ola Henrique - estou no sul dos Estados Unidos. Um Estado nao muito rico, mas muito turistico (praticamente já te entreguei onde é ... rsrsrs).

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Não está contrabandeado armas não né kkkkkk

      Excluir
    3. Pois é anon - tentando levantar um dinheiro por fora para compensar o valor alto do aluguel ... rsrsrs

      Um grande abraço,

      Excluir
  7. Primeiramente,parabéns pelo sucesso profissional e familiar. Li vários posts do seu blog, sua história de vida é muito inspiradora.
    Bem, ai vai uma sugestão: se você não tem certeza se irá morar ai nos EUA "pra sempre", não venda o seu imóvel quitado. Se ele é bem localizado, não venda. Imóvel é investimento sim, de valor e traz segurança pra vida, especialmente se temos filhos pequenos, na doença e na velhice. Não estou te desejando mal, mas se você sofrer um acidente e não puder trabalhar por longo tempo ou pior se ainda tiver que ter despesas com saúde? Talvez doente e com filho pequeno, morar longe da família e num país com alto custo de moradia e de saúde, não é a melhor opção.
    Tenho um apartamento muito bem localizado em Brasília. Moramos nele por 8 anos, mudamos de estado e hoje more de aluguel, mas não penso em me desfazer do imóvel. Está alugado, o aluguel é até um pouco abaixo do mercado, mas tenho custo zero, o inquilino paga aluguel e custos e ainda cuida do meu patrimônio. Ninguém toma a sua casa, você pode perder emprego, dever ao mundo todo, mas sua casa será intocável. Ficar velho ou doente e ter que se preocupar onde morar é terrível. Sinceramente, acho que todo mundo tem que ter um imóvel que lhe ofereça boas condições de moradia. Se for bem localizado, como parece ser o seu, é um investimento. Ao longo de 20 anos, você receberá aluguel e ainda terá a valorização do imóvel que normalmente acompanha a inflação. Além da segurança em caso de eventos de riscos como os citados acima. Acho que seria mais prudente esperar um tempo maior para decidir quando vende. Vocês acabaram de mudar de país. Não são residentes permanentes. Enfim, analise não apenas quando você poderá ganhar investindo o valor do imóvel, mas os riscos que você e sua família estarão expostos sem ter um imóvel próprio.
    Bem detalhado o seu post do orçamento ai, sucesso pra você e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Luisa - tudo bem ? A questao do imovel é sempre um pouco complicada - tem prós e contras em manter um imovel proprio e em alugar. Meu imovel esta localizado no Brasil e vale aproximadamente 440K - se considerar rendimentos de 0,5% a.m. - isso renderia algo como R$2,2K e isso é mais do que suficiente para alugar um apartamento no mesmo prédio onde tenho o meu - aluguel na faixa de R$1,5K até R$1,8K.

      Eu nao sou residente permanente nos USA e também por esse motivo ainda nao estou pensando em adquirir imovel por aqui - vou alugando porque isso me traz muita flexibilidade. Porém, eu sou cidadao portugues e posso viver e trabalhar na União Europeia a qualquer momento.

      Meu plano B, caso por algum motivo eu nao obtenha meu Green Card, é mudar para Europa - dessa forma, nao vejo um retorno ao Brasil mesmo que por questões de saude, ja que Portugal oferece tratamento gratuito (similar ao SUS) e com qualidade bem razoavel.

      Eu também acho importante ter uma casa propria - apesar de ja ter achado mais importante no passado. Serve como uma forma de reduzir as despesas mensais (ja que nao precisa pagar aluguel), mas depois que voce conseguir atingir um certo patrimonio - nao tem muito problema viver de aluguel - um periodo em cada cidade ou pais - na verdade é um estilo de vida que me atrai.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Eu já mudei bastante, morei em várias cidades de 3 regiões do país. Nunca morei fora, não tenho vontade, ainda. Mas, também quero ter mais liberdade. Contudo, considero importante ter um imóvel bem localizado (reserva de valor), especialmente quando se tem filhos pequenos e para a velhice.
      Um imóvel bem localizado só se valoriza e no longo prazo acompanha a inflação, isso por si só já é um investimento, o aluguel é um plus.

      Não moro no meu imóvel. Na cidade em que moro atualmente, preferi alugar. Moro em um sobrado muito confortável distante 900m do meu trabalho. Mas, ter um imóvel bem localizado no patrimônio me traz tranquilidade. O valor do aluguel que recebo paga o valor do imóvel que moro. Não tenho gasto, mantenho uma reserva de valor e se acontecer alguma coisa grave, eu e minha família temos um teto.
      Não planejamos voltar a morar em Brasília, mas, não vamos nos desfazer de um bom investimento e que traz um certo controle de riscos.
      Doenças na família são realmente problemas, o resto a gente resolve.
      Faça mais posts sobre a vida ai na América, inclusive, do bebê.
      Sucesso e saúde!

      Excluir
    3. Ola Luisa - eu também acho interessante ter um imovel como reserva de valor e, com certeza, considero diversificar meus investimentos tendo imovel de renda (provavelmente não no Brasil). A razão pelo qual digo que provavelmente nao no Brasil é simples - o Brasil ainda é um pais de economia e moeda relativamente fracas quando comparado aos Estados Unidos e Dolar ou União Europeia e Euro. Como pretendo passar meu periodo pós aposentadoria em um desses locais, uma renda em Reais nao ajuda muito (considerando a situação da economia de hoje).

      Veja só - eu tenho um imovel que alugo por R$2.000,00 (liquidos de IR) + condominio + IPTU; ou seja, R$2.000 liquidos (na verdade nao estou considerando custos de manutenção). Se voce transformar isso em dolares considerando o camrio de USD 1 = BRL 3,70 - eu estou recebendo um valor de USD 540 aproximadamente. Esse valor nao chega nem perto de pagar o aluguel que tenho aqui nos USA (situação diferente do seu caso, onde o aluguel do seu imovel paga o aluguel na cidade onde vive atualmente).

      Também concordo com voce que na maioria dos casos, um imovel bem localizado valoriza ou ao menos acompanha a inflação. Porém, há que se considerar que meu imovel está localizado na maior cidade da America Latina (São Paulo) e existe inumeros casos de imóveis que eram bem localizados no passado e hoje nao sao mais ... imagina voce ter um comercio na Avenida São João ou região da Santa Cecilia nos anos 50 ou 60 - era um ponto excelente em São Paulo - ai construiram o minhocao e seu imovel desvalorizou enormemente. POsso também citar a região da luz, quem imaginava que existiria cracolandia por lá ? Mais ainda, depois da ação da policia por lá, inumeras pessoas migraram para bairros adjacentes e bairros que eram considerados muito bons, passaram a conviver com pessoas vivendo em barracos improvisados e pedindo esmolas no farol. Nao vou nem entrar no problema social, mas com certeza, essa situação nao ajuda a valorizar os imoveis.

      Se voce tiver o dinheiro do seu imovel investido em ativos menos arriscados (Renda Fixa, por exemplo) o seu dinheiro também vai acompanhar a inflação e se acontecer algo grave; voce sempre pode comprar o imovel - pois terá o dinheiro ajustado pela inflação.

      O problema de se mudar para outra país e exatamente ter de refazer seus planos e considerar fatores extras. Imagina que estou passando pela minha aposentadoria e tenho uma doença que precisarei receber tratamento medico. Com a cidadania portuguesa eu irei fazer isso em Portugal - de que me adianta ter um imovel em São Paulo com aluguel em moeda fraca (no dia de hoje - nao sei daqui 20 anos) sendo que estarei morando na União Europeia com despesas em Euros ? Seá que nao seria melhor ter esse dinheiro investido em imovel por lá - que me gera renda em Euros e eu controlo o risco da variação cambial ?

      Um grande abraço,

      Excluir