segunda-feira, 13 de março de 2017

Vossa Excelência - o Juiz !!!

Ola pessoal - estava olhando algumas noticias na internet e me deparei com essa:

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/03/09/uniao-vence-acao-contra-juiz-que-adiou-audiencia-do-lavrador-de-chinelos.htm

A integra da noticia pode ser conferida no link acima, mas coloco aqui o "head" da noticia como resumo:

Um juiz do Paraná que impediu um lavrador de participar de uma audiência porque usava chinelos terá de pagar R$ 12 mil à União. O valor se refere a indenização por danos morais que o trabalhador ganhou em ação contra o governo federal. O caso que envolveu o juiz Bento Luiz de Azambuja Moreira e o lavrador Joanir Pereira em Cascavel (PR) teve repercussão nacional em 2007. O magistrado se recusou a prosseguir com a audiência sob o argumento de que o uso do calçado "atentaria contra a dignidade do Judiciário"

Continuei procurando mais sobre este cidadão na internet e me deparei com as seguintes noticias (links e heads da manchete abaixo):



"... Como conta um advogado em reportagem do Bom Dia Paraná desta quarta-feira (26), em um dos casos, um homem de idade avançada teria se apoiado na mesa do juiz Moreira para assinar uma ata e ele não teria admitido que o homem encostasse os braços no móvel. “Ele entendeu que aquilo era um ato contra a dignidade do Poder Judiciário”, relata o advogado Marcelo Picoli."

"... A corregedoria regional da JT da 9ª região determinou que o juiz do Trabalho Bento Luiz de Azambuja Moreira, da 1ª vara de Foz do Iguaçu/PR, volte a proferir sentenças. O magistrado havia alegado que só poderia dar continuidade a suas funções caso recebesse um assistente qualificado. Moreira, que já suspendeu duas audiências em que as partes trajavam chinelos e bermuda, afirmava que a ausência do funcionário causava prejuízo na prestação jurisdicional da unidade. Ele alegava que a situação lhe causa depressão, insônia e hipertireoidismo, impossibilitando-o de julgar os processos. O magistrado acrescenta ainda que não irá treinar nenhum assistente pois, se o fizer, sabe que depois ele será "requisitado pelos gabinetes dos Desembargadores"...."

Minha percepção sobre o excelentissimo magistrado nao é das melhores. Claramente é uma pessoa que deixou o cargo subir a cabeça e esta distante da situação que se vive na sociedade brasileira. Voce barrar uma audiencia porque alguem esta de chinelos, depois encher o saco porque alguem está apoiado na sua mesa para assinar um papel e ainda se recusar a trabalhar porque nao tem assistente qualificado ... é um absurdo !!!

Eu tento nao ser muito negativo, mas nessas horas eu torço para a cidadania sair o quanto antes e eu ir bater papo pessoalmente com os colegas que estao vivendo no velho mundo. As vezes é de se perder a esperança com um pais como o Brasil - o magistrado deveria ter sido exonerado já quando cancelou a sessao por o trabalhador estar usando chinelos.

Um cara com esse comportamento nao pode julgar demandas da sociedade, simplesmente porque ele nao conhece a sociedade.

O cidadao alegar que a falta de um assistente causa depressão, insonia e hipotiroidismo ... voce recebe mais de R$25K - mes em um pais onde o salário medio é de R$1,6K ... voce tem 60 dias de ferias (mais recessos e feriados especiais), onde o pessoal tem 30 dias de ferias ... voce recebe auxilio moradia onde a população tem de pagar o aluguel com seu salário ... voce recebe carro oficial onde o pessoal tem de andar de transporte publico.

E com tudo isso voce nao consegue trabalhar porque nao tem assistente. Esse cara devia ser exonerado !!! 

Desculpe o desabafo e um grande abraço a todos.

33 comentários:

  1. Existem exceções, mas em regra juízes vivem numa bolha. Ganham acima do teto e são tratados com extrema puxação de saco por todo mundo ao seu redor, isso acaba criando doidos igual esse aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Seu Madruga - eu vejo que quando eles sao aprovados no concurso passam a se considerar superiores. Entregar poder as pessoas é sempre um problema mais grave.

      Um grande abraço,

      Excluir
  2. Mas não é você que incentiva o pessoal aqui a fazer concurso público? É toda uma mentalidade da sociedade que causa esse tipo de comportamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e daí? Fazer concurso é uma coisa, ser igual esse juiz é outra totalmente diferente. É o mesmo que eu dizer que todas as uvas são verdes, porque todas as uvas que eu já vi são verdes.
      Concurso público no brasil é o modo mais fácil de ascensão social. E o melhor é que só depende de você.
      Mas, sempre tem quem fique de mimimi reclamando enquanto a caravana passa.

      Excluir
    2. Como disse o anon 22:50 concurso publico e funcionalismo público são universos muitos amplos, compostos por prefeituras, câmaras municipal, hospitais, policias militares, assembléias legislativas, empresas de saneamento etc.
      Realmente não dá ra geeralizar nada.
      Mas aproveitando o gancho, concurso público não dev continuar sendo encarado como uma grande oportunidade de mudança ou ascenção social salvo algumas excessões.
      A concorrência em muitos concusos está insana. Lógico que não há espaço pra quase ninguém desse batalhão de pessoas. Portanto é necessário um plano B, C etc.
      Tomara que o Brasil evolua na questão de se tornar mais fácil e encorajador para o empreendedorismo.

      Excluir
    3. Nas empresas privadas, é comum as estágiárias gostosas e "dadas" conseguirem empregos e presentes fáceis. Onde existe meritocracia nisso?

      O Brasil é injusto no serviço público e na iniciativa privada. Mas o concurso ainda valoriza quem se esforçou mais.

      Por último, acredito que os investidores pretendem acumular milhões e receber dividendos ótimos por mês. Não tenho ilusão de achar que vou ser um superfuncionário, ou um supre profissional hiper produtivo como sonham alguns manipuladores da imprensa econômica.


      Entrei na bolsa para ficar rico, muito rico.


      Com dinheiro dos dividendos, não preciso de chefes nem de empresas.Faço meu conforto. Não vou salvar o mundo.

      Excluir
    4. Ola anon 17:21 - eu realmente incentivo as pessoas a tentar ser aprovado em concurso. Também incentivo a tentar falar Ingles, incentivo a tentar viajar, conhecer outras culturas, incentivo a se esforçar no trabalho, incentivo a respeitar os mais velhos, incentivo diversas coisas ....

      Mas nao entendi o que tem a ver eu incentivar a prestar concurso com o fato do juiz ser extremamente desagradavel com uma pessoa mais humilde ... se voce puder explicar, eu agradeço.

      Um grande abraço,

      Excluir
    5. Ola anon 22:50 - eu concordo com voce. Nao consigo ver a relação entre ser funcionário publico e se comportar da forma como esse juiz se comportou. Vejo um problema grave de interpretação por parte de algumas pessoas, mas temos de continuar tentando entender os argumentos - sempre tem oportunidade de extrairmos alguma coisa interessante no debate.

      Um grande abraço,

      Excluir
    6. Ola anon 10:44 - o concurso publico é um atrativo pois te oferece estabilidade. Com estabilidade, um investidor pode tomar mais risco (normalmente associado a mais retorno) em busca de aumento de patrimonio.

      Alguem que pode ser mandado embora na primeira crise, tem de ser mais conservador nos seus investimentos.

      Mas a concorrencia realmente é muito alta para concursos com alta remuneração. Isso também ocorre quando existe crise na iniciativa privada, muitas pessoas tentam ir ao serviço publico para conseguir uma boa remuneração e estabilidade.

      Um grande abraço,

      Excluir
    7. Ola anon 11:16 - eu nao vou dizer que as mulheres bonitas nao levam vantagem em algumas empresas. Ate acredito que sim, apesar de eu nunca ter presenciado isso em vinte anos de trabalho. A meritocracia nao existe no Brasil - nao existe no funcionalismo publico e nao existe na iniciativa privada. Para existir meritocracia é preciso que todos tenham o mesmo ponto de partida e oportunidades, o que nao existe em um pais com a desigualdade que temos no Brasil.

      Nao acredito que a pessoa tenha de ser um superfuncionário - mas precisa justificar o seu salario e trabalhar com comprometimento. Isso é uma questao de honestidade. No mais, acho que ter um plano de investir e vivier de dividendos é muito legal - isso é outra coisa que incentivo aqui no blog.

      Um grande abraço,

      Excluir
  3. Isso quando não dão voz de prisão para qualquer pessoa que o contraria.
    Teve aquele caso do juiz que chegou atrasado e quis embarcar. Como não dava mais tempo, ele mandou prender funcionária da TAM.
    É brincadeira!

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade KB, tinha esquecido desse celebre caso. Muito bom exemplo - esse juiz do caso da TAM era outro desses malucos que tem por ai.

      Um grande abraço,

      Excluir
  4. Vou comentar sobre o caso específico e não sobre os juízes, os quais não tenho nenhuma admiração.
    Acho que tem que ter regras de conduta, incluindo vestimenta em determinados lugares. Claramente colocaram "lavrador" pra dar um tom de pobrezinho ao cara na reportagem... de que importa a profissão do cara? Garanto que se fosse um médico iam considerar desrespeito...
    Daqui a pouco vai um cara com roupas ofensivas, como aquele aluno do ITA, ai quero ver.
    Não da pra deixar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola CF - eu nao acho que o juiz foi razoavel. A pessoa sendo lavrador ou medico, preciso ter condições de se apresentar com determinado codigo de vestimenta. Obviamente, nao era esse o caso do lavrador - o camarada nao tinha condições de comprar sapato social. O juiz se recusar a conduzir uma audiencia por causa disso me parece um absurdo.

      Vejo uma diferença entre o cara do ITA que estava em um ambiente militar e uma pessoa com poucas condições financeiras se apresentar diante do juiz calçando chinelos.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Tudo bem, sejamos razoáveis. Mas me parece mais um caso daqueles em que o advogado orienta o cliente a fazer uma maluquice pra parecer ser pobre demais. Nenhum juiz ia reclamar se ele fosse com um ténis velho ou uma galocha.

      Eu tive advogados em casa, meu pai é advogado picareta e passava o dia estragando o meu com esse tipo de discussão. heheheh

      Excluir
    3. Olha, nao tinha pensado pelo ponto de vista do advogado ter orientado o cliente para poder talvez "amolecer" o coração do juiz e conseguir uma decisão favorável. Nao vou dizer que é impossivel, porque voce mesmo salientou que tem conhecimento com advogados (ate na sua familia) e isso pode ter sido praticado.

      Mas, ainda assim, eu fico muito espantado do juiz ter cancelado a sessão. Me parece muito prepotencia do magistrado.

      Um grande abraço,

      Excluir
  5. Discordo em gênero, número e grau do nobre colega conhecimento financeiro. Circunstâncias individuais podem e devem ser levadas em consideração em um processo judicial, do contrário, basta jogar variáveis em um computador para quele ele "profira" a sentença. Está bem claro na matéria (e tem vídeos no youtube), o lavrador é pessoa simples; foi à audiência de chinelo, embora de calça jeans e camisa social, porque o único tênis que possuía era muito velho e não estava "à altura" da ocasião.
    Sim, se fosse um médico ou um advogado, e ainda assim deveríamos levar em consideração as circunstâncias, poder-se-ia dizer que estavam afrontando a dignidade da justiça.
    EP, eu trabalho no Judiciário, e em Vara do Trabalho, como a do Juiz babaca. Por incrível que pareça, a maioria dos juízes com os quais trabalhei - e foram inúmeros - são gente boa. Claro que vez ou outra aparece um babaca, mas são minoria. Por fim, é bem verdade que nada acontece com os juízes babacas (ninguém tem coragem de botar a cara pra preitar um camarada que com uma canetada pode te fazer ser exonerado ou removido pra outra Vara nos confins do Estado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - eu concordo com voce.

      E também acho que a maior parte do judiciario é composta de pessoas serias, mas as vezes aparece um que destoa do padrão.

      Um grande abraço,

      Excluir
  6. Sem regras de vestimenta a coisa fica complicada, daqui a pouco muitas mulheres vão ao Fórum de micro bikini e topless. Deve haver um mínimo de respeito.

    Mas barrar um lavrador é exagero. Absurdo.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - eu também nao sou contra regras de vestimenta; mas ela tem que ser adequada ao publico que esta solicitando o serviço. O lavrador estava de calça e camisa social (ainda que velhas ou desgastadas), apenas nao tinha sapato. Acho que deve-se entender que uma pessoa humilde nao pode ficar gastando dinheiro com sapato social.

      Um grande abraço,

      Excluir
  7. Rapaz, a Justiça Americana já mandou vários inocentes para o corredor. A Humanidade é falha. Matamos por prazer.

    Acredito que muitos aqui, investidores, pensam em parar de trabalhar.

    O mundo ajuda quem tem muito dinheiro, por isso entrei na Bolsa. Quero muita grana para viver muito bem.

    Infelizmente, não há futuro brilhante para a Humanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - nao entendi a relaçaõ entre a justiça americana condenar um monte de inocente ou a nossa vontade em atingir a IF e nao precisar mais trabalhar com a atitude do juiz de cancelar a audiencia porque a pessoa estava de chinelos.

      Me desculpe, mas realmente estou com dificuldade de entender a relação entre uma coisa e outra. Se a justiça americana fosse 100% eficiente, entao o juiz brasileiro seria mais humilde ? Se todo mundo morrer de vontade de trabalhar, ai o juiz vai levar a audiencia em frente e fazer o trabalho dele sem humilhar uma das partes ?

      Nao sei se existe futuro brilhante para humanidade, mas com certeza, a raça humana já fez varias coisas brilhantes.

      Um grande abraço,

      Excluir
  8. Oi,desculpe, EI, eu escrevi o comentário acima correndo pois tinha de resolver um problema no trabalho. Por isso não me expressei bem.

    Estou dizendo que no mundo todo a Justiça tem falhas. Escrevi correndo que a justiça americana mandou vários inocentes para o corredor da morte.

    Pensando a respeito de sofrimento, nós investidores podemos sofrer menos com as falhas do mundo, afinal o dinheiro fala mais alto. Mas estas falhas ainda acontecerão com os mais pobres. Sempre foi assim, desde que o mundo é muindo.

    O fato de ter muito dinheiro, muitos dividendos mensais, nos permitirá viver melhor, ter mais prazeres. Parar de trabalhar vai nos dar tempo para ter mais qualidade de vida, esportes, leitura, arte, cinema, viagens etc. . Por causa dessa vida melhor, criada pelo dinheiro, sofreremos menos com juízes sem noção.


    Infelizmente vai haver injustiças no mundo, mas os endinheirados sempre sofreram menos.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - desta forma eu concordo com voce. Com certeza quem consegue acumular um patrimonio mais robusto e pode viver de rendimentos acaba por afastar varios contratempos que a vida costuma trazer.

      Acho que é exatamente por isso que temos tantos colegas tentado atingir a IF.

      Um grande abraço,

      Excluir
  9. Fala E.P, o problema é que o CNJ quem fiscaliza os juízes é muito conivente, as punições geralmente são transferências ou aposentadoria sumária, grande punição !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola SP - essa medida de aposentadoria compulsoria é um absurdo. O cidadao tinha é que ser exonerado imediatamente. Ficar em casa aposentado é um premio, nao uma punição.

      Um grande abraço,

      Excluir
  10. Sabe qual pode ser a maior punição para um PILANTRA MAU CARÁTER como este? aposentadoria integral, sustentada por nós, enquanto nós mesmos que sustentamos esse sistema trabalharemos até morrer! Sem contar que o judiciário é bem corrupto também;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Almofadinha - eu comentei a mesma coisa com o colega Stifler Pobre. Acho um absurdo o juiz ter como punição a aposentadoria. Isso é recompensa, nao punição. Eu adoraria ser punido com a minha aposentadoria hoje.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Colega, não fique repetindo mentiras que vc lê na net. A aposentadoria de um juiz condenado NUNCA será integral.
      Leia a respeito antes de ficar repetindo essas mentiras espalhadas pela net.
      A propósito, servidor público com aposentadoria integral acabou faz tempo e o povo continua repetindo essa ladainha pela net afora.

      Excluir
    3. Ola anon 11:01 - importante o esclarecimento em relação a aposentadoria ser integral ou proporcional.

      Independente disso, o fato da punição do juiz ser a aposentadoria é um absurdo. Mesmo se aposentar com R$1,00 ... aposentar nao é punição, é beneficio.

      E em relação a aposentadoria integral, eu sou da opinião que o servidor tem que aposentar conforme regras do INSS ... tem que contribuir igual e aposentar igual (nem mais, nem menos) ... o beneficio do funcionalismo é a estabilidade. Os criterios de aposentadoria deveriam ser os mesmos para todos os trabalhadores brasileiros (funcionários publicos ou da iniciativa privada).

      Essa é minha opinião sobre o tema.

      Um grande abraço e obrigado pela visita.

      Excluir
    4. Anon, eu estudei bastante a previdencia social e sei que a aposentadoria dos servidores federais pro exemplo, está equalizada, apesar de eu concordar com o EP sobre se enquadrar no INSS... você tem razão pois a falácia neste ponto é grande.

      Mas te garanto, que MUITO, mas MUITO juiz e desembargador é aposentado com aposentadoria integral como forma de punição.

      Excluir
  11. E tem muita gente que pensa que o problema do Brasil está só no Executivo e Legislativo. O buraco é muito mais embaixo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Investidor X - concordo plenamente com voce. Postei esse artigo porque a atitude do juiz me chamou a atenção, mas temos exemplos assim todos os dias.

      Algumas vezes eu fico um pouco desanimado e tenho a tendencia de concordar com os que dizem que a unica solução é mudar de país, porque o Brasil nunca irá mudar. Eu gostaria de acreditar em uma mudança significativa e que um dia o pais explore todo o potencial de ser uma nação rica e estavel; mas estou achando realmente muito dificil.

      Um grande abraço,

      Excluir