quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Responsabilidades x Promoção - Uma combinação que nem sempre dá certo !!!

Olá pessoal, tudo bem ?

Continuando a comentar sobre a situação no trabalho, quero dividir com vocês algumas coisas interessantes que vem ocorrendo nas ultimas semanas. Como voces sabem, meu chefe está indo para os USA para ocupar uma vaga que disputamos através do processo de seleção interna e, neste momento, ele esta providenciando toda a documentação e formalidades junto com a familia (ele tem filhos em idade escolar e parece que a sogra também vai morar com eles) e já se desligou totalmente do trabalho por aqui. 

Muito interessante observar como nas reuniões ele nao faz questão nenhuma de aparentar estar prestando atenção aos temas discutidos. Está sempre muito disperso e já perdeu as informações sobre os projetos e atividades do time. Isto vem causando impactos na definição de prioridades, resultados dos projetos, cumprimento de prazos e orientação geral para o desempenho dos funcionários.

Importante relembrar que quando ele foi indicado para o cargo, eu criei a expectativa de assumir a vaga dele. Outros colegas do trabalho também criaram a expectativa de assumir outras posições dentro do departamento, mas infelizmente, fomos informados de que não seriamos promovidos. Apesar da frustração, estamos tentando digerir a informação e sempre focando nas nossas atividades já que o momento economico não é muito favorável e ninguém quer ser demitido agora.

Porém, com a nova atitude do meu chefe (ele realmente ligou o f@d#$e) diversas atividades que estavam sob a responsabilidade dele, vem sendo direcionadas para mim de forma não oficial. Muitas decisões sobre projetos em andamento, seleção de fornecedores, negociações comerciais e priorização de atividades no departamento acabam vindo parar na minha mesa e pessoas de outros departamentos vem me consultar sobre diversas ações e prazos assumidos por ele.

A parte boa é que voce ganha uma boa exposição na empresa e conhece diversas pessoas, aumentando o network. A parte ruim é que tenho de fazer o meu trabalho e parte do trabalho dele, sacrificando horas de lazer e, obviamente, não sendo remunerado para isso.

Esta dificil tomar uma decisão sobre o que fazer neste exato momento. A empresa irá passar por um processo que poderá afetar todo o departamento (na verdade, irá afetar toda a empresa), o mercado onde a empresa atua está desafiador e vejo poucas oportunidades de trabalho devido a situação economica atual. 

Alguns dias acordo animado para fazer um excelente trabalho e tentar assumir a vaga definitivamente. Outros dias acordo me sentindo um idiota por estar fazendo muito mais do que a minha função (sem receber por isso) e sabendo que nao irá existir oportunidade no curto - médio prazo.

É muito complicado tentar reverter decisões tomadas e quando voce tenta mostrar mais trabalho e competencia, voce acaba aliviando a pressão da chefia. Por exemplo, a empresa nao precisa se preocupar imediatamente sobre a reposição da vaga porque tem alguem fazendo o trabalho (no caso, eu). Porém, se eu nao faço o trabalho eu perco uma vitrine interessante.

Infelizmente, pela minha experiencia eu vejo que assumir mais funções e responsabilidades sem ter a contrapartida em cargo e salário acaba sendo um mau negocio. Algumas vezes, temos as exceções que confirmam a regra, ou seja, temos pessoas que acumulam mais funções e, depois de algum tempo, a empresa reconhece o trabalho e oficializa a nova posição e aumento de salário para o profissional. Mas na maioria dos casos que tive contato, a empresa acaba deixando a pessoa em "banho-maria" em uma situação onde não promete nada, mas também nao "despromete" nada.

Como exemplo, tenho um colega que foi contratado no mesmo dia que eu. Ja haviamos trabalhados juntos em outro local e eu conheço bem a qualidade do trabalho dele. Trata-se de um profissional experiente e que ja participou de projetos bem complexos com bons resultados. 

Ele foi contratado como comprador senior em um determinado setor. Aos poucos, pela sua experiencia ele foi assumindo maiores responsabilidades e o gestor da area foi transferido para outra unidade. Ele assumiu a gestão do departamento resolvendo todos os problemas e colocando as prioridades de atividades para o time. Aos poucos, a matriz também começou a usa-lo como referencia no departamento de compras para aquela commodity especifica. Ele passou a participar das reuniões estrategicas, definição de budget, estrategia de sourcing, estrategia de redução de custo, etc...

Ele está com o cargo e salário de comprador senior e atuando como gerente de compras há dois anos. Eu acho isso um absurdo, pois como gerente ele teria um salário maior, um bonus diferenciado, vaga de estacionamento no predio da empresa (ele paga R$400,00 de estacionamento), teria combustivel pago, teria dias de folga (day-off) - entre outros beneficios. Ele está trabalhando como gerente e recebendo como comprador - e isso tem um impacto nas finanças pessoais. 

Eu duvido que a empresa irá oficializar o cargo dele com uma promoção - já houve oportunidade para isso e não foi feito. Só que agora ele está tão envolvido que se deixar de fazer as atividades irá correr o risco de ser demitido por questões de performance, pois irão avaliar que ele está desmotivado, desinteressado, etc...

Por isso que é necessário tomar muito cuidado quando se busca mais responsabilidades para mostrar à liderança que voce pode ser promovido. Apesar de esse ser o mantra amplamente divulgado por setor de RH, eu raramente tive oportunidade de ver com meus olhos alguem aplicar esta tática com sucesso. A maior parte das pessoas que vejo em cargos de liderança seguiram no processo "normal": eram boas no que faziam e mostravam um poder de analise grande, eram comprometidos com resultados e prazos e sabiam lidar com adversidades. Desta forma, foram primeiro efetivados no novo cargo e somente depois passaram a ser cobrados e assumir responsabilidades da nova função.

Sei que tem muita gente jovem que acaba lendo as postagens e talvez nao tenha a experiencia no mundo corporativo - mas se posso compartilhar algo, seria exatamente isso: evitem assumir responsabilidades extras sem remuneração / beneficio extra. Normalmente, voce vai sair perdendo !!!

Um grande abraço,

37 comentários:

  1. Caro blogueiro,
    Se você investe em FIIs, poderia nos ajudar quanto a questão dos elevados custos das correspondências?
    Fiz um post a respeito do assunto e a sua colaboração será bem vinda!
    http://abacusliquid.com/cvm-regras-de-fiis/
    Abraço
    Uó!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar Uó - visitarei a postagem e deixarei minha contribuição - eu invisto em FII´s (aproximadamente 60% da minha carteira esta alocada em FII).

      Um grande abraço,

      Excluir
  2. É muito chato isso, muito chato mesmo.

    Em contrapartida, conheci uma pessoa que já foi promovida e era da própria empresa que a promoveu, num cargo inferior. Mas, também, a empresa valoriza os resultados, não à toa que até o próprio filho do diretor geral não conseguiu promover-se (e olha que ele se esforçou).

    Mas no Brasil essa questão é complicada...

    ResponderExcluir
  3. Fala EP,

    Pois é, nossos blogs tem comentado mais sobre carreira. Esta frase aqui disse bem meu momento, guardadas as devidas proporções entre nossos cargos, claro:

    “Alguns dias acordo animado para fazer um excelente trabalho e tentar assumir a vaga definitivamente. Outros dias acordo me sentindo um idiota por estar fazendo muito mais do que a minha função (sem receber por isso) e sabendo que nao irá existir oportunidade no curto - médio prazo.”

    Olha eu aqui também no seu texto:

    “Ele passou a participar das reuniões estrategicas, definição de budget, estrategia de sourcing, estrategia de redução de custo. Ele está com o cargo e salário de comprador senior e atuando como gerente de compras há dois anos”

    O seu colega esta muito parecido comigo. Se eu deixar o barco afundar, perco o emprego. Se eu ser o bonzão e resolver tudo, meu salário é o mesmo. Só tenho a vaga promessa de enquadramento de salário ao nível que estou atuando ...

    EP, seu texto me deixou com esta dúvida, e no auge de sua experiência, como você responderia esta pergunta – Eu já estou nesta responsabilidade extra, o que devo fazer?: “evitem assumir responsabilidades extras sem remuneração / beneficio extra. Normalmente, voce vai sair perdendo !!!”

    Seus textos e dicas, junto com os do Economicamente Incorreto, sempre me ajudam muito, pela experiência de vocês.

    Um abraço e excelente texto (e desculpe por fazer tantas perguntas rsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vdc - tudo bem ?

      Eu também estou nesta mesma situação - estou acumulando as responsabilidades do meu chefe (que já está com a cabeça lá na terra do Trump) e sem receber por isso; muito pelo contrário, com uma indicação de que não será uma pessoa de dentro da empresa que irá ocupar a vaga e sim alguem do mercado.

      Infelizmente, meste caso a verdade é muito dura - se não rolar nada na empresa é sinal de que voce atingiu o teto da carreira no lugar. Logo, para ser promovido terá de trocar de emprego.

      Eu nao vejo problema nenhum nisso. Eu trocaria de emprego sem pestanejar, pois sei que as empresas fariam a mesma coisa em tempos de crise (te mandam embora sem pestanejar) - é uma ilusão alguem achar que é imprescindivel para alguma organização.

      O unico inconveniente nesta questão é que o mercado nao está em um bom momento. Como o objetivo da IF é maior, talvez seja melhor continuar enfrentando a situação injusta e ter salário, beneficios, manter o aporte ... do que eventualmente tomar uma decisão precipitada, sair da empresa e demorar para se recolocar.

      Eu prentendo começar a sondar o mercado no inicio do proximo ano, assim que voltar das ferias de Natal e Ano Novo. Já iria fazer isso para procurar aulas, pois terei finalizado o mestrado; mas vou aproveitar e procurar outras boas oportunidades.

      Um grande abraço,

      Excluir
  4. Responda se quiser: quanto ganha o "Executivo Pobre"? Porque pelo tanto de bucha que você aguenta menos de 20k não compensa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon - tudo bem ?

      Essa questão de divulgar o salário é um pouco controversa no mundo dos blogs de finanças. Mas te digo que um salário de R$20K é uma excelente remuneração no mundo corporativo. Voce precisa estar em um cargo muito bom para receber este tipo de salário.

      Posso te dizer que um salário de R$7K liquido (R$10K bruto) é um excelente salário para profissional senior / salário de R$12K liquido (R$15K bruto) é um bom salário para gerente / salário de R$18K liquido (R$22K bruto) é um bom salário para Diretor.

      Uma boa indicação é a pesquisa salarial anual que a Robert Half faz. Voce consegue ter uma boa ideia da media salarial para cada função e setor.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Entendi, obrigado pelas informações.

      Excluir
    3. As ordens anon - eu que agradeço oseu comentario e questionamento. Tenho certeza de que outras pessoas também procuram saber mais do assunto salario, afinal é por ele que nós trabalhamos.

      Um grande abraço,

      Excluir
    4. Excelente pergunta e resposta.

      Vejo que posso melhorar, mas entao nao estou tao ruim assim na faixa salarial rs.

      Excluir
    5. Ótima questão! Fico até assustado com essa baixa remuneração perante a quantidade de responsabilidades impostas. São nessas horas que não me arrependo de empreender já que mesmo com o monte de dor de cabeça e desafios que enfrento a remuneração compensa.

      Excluir
    6. EP, trabalho com remuneração e posso afirmar que esses salários que você trouxe não são realidade nos grandes centros financeiros. Para multinacionais de grande porte, dependendo do setor, salários de diretores são praticados na faixa de 40/60k, gerentes entre 20/35k e profissionais seniores entre 15/20k. Todos eles sem contar a variável.

      Se os números que você trouxe são a realidade na sua empresa, e remuneração é um fator importante em suas decisões de carreira, sugiro você migrar para as indústrias de finance, consumer goods e technology. Naturalmente a concorrência é bem mais acirrada, mas acredito que você consiga.

      Excluir
    7. Olá VDC - tudo bem ?

      Infelizmente, o Brasil nao é um pais de alta remuneração - temos muitos encargos, mas o que sobra na mao do trabalhador acaba sendo pouco. Como eu disse, basta acompanhar as medias salariais que as pesquisas de agencias de recolocação divulgam e vemos que remuenração acima de 10K não é uma realidade para muitas pessoas.

      Um grande abraço,

      Excluir
    8. Olá Corey - obrigado pela visita. Realmente, a remuenração x responsabilidades é uma conta que normalmente não fecha. Os salários também sao determinados pelo mercado e em tempos de crise (bastante gente qualificada uscando emprego), a tendencia é que os salários acabem sendo reduzidos pelas empresas que contratam pois sempre tem alguem com boa qualificação precisando pagar as contas.

      Eu acho que empreender no Brasil é uma atitude corajosa; e como toda atitude que envolve maiores riscos, os retornos também sao potencialmente maiores. Pelo seu perfil, com certeza, voce tinha de estar no mundo do empreendedorismo - acho que poderia ser bem infeliz na iniciativa privada, com as decisoes malucas e sem sentido que vemos todos os dias.

      Um grande abraço,

      Excluir
    9. Olá anon 20:38 - muito obrigado pelo seu comentário. Entendo que existe remuneração muito acima do que eu comentei - eu tenho diversos amigos que trabalham em alguns setores especificos (como voce mencionou)que tem uma remuneração muito maior do que os valores medios que eu informei.

      O problema destas remunerações muito maiores é que elas estão disponiveis somente em alguns setores (quando não somente em algumas empresas) especificos - isso faz com que o valor distorça a media. Por este motivo, eu confio bastante nas pesquisas de remuneração divulgadas por diversas agencias, pois nao vou me basear no salário de um cargo em um setor espcifico e sim na media do mercado.

      Mas deve ser excelente conseguir obter uma remuneração deste tipo - tenho um colega que fechou a remuenração variável do ano passado em 11 salários - o camarada quase dobra o que ganhou em um ano. No caso dele, o valor de 11 salários é suficiente para comprar um apartamento.

      Um grande abraço,

      Excluir
  5. competencia não promove ngm... eh claro que ajuda.. mas se vc não tiver um ÓTIMO relacionamento com a diretoria, vc sempre será só +1... infelizmente o mundo corporativo é assim... chefia conta mto tb... meu antigo chefe era um FDP... não fazia nda por mim... pedir aumento ou promoção era mesma coisa que falar com uma parede... pois ele odiava tocar nesses assuntos com a diretoria... hoje meu atual gerente é bem mais aberto, a gente troca várias ideias sobre carreias, etc... e esse ano eu consegui um aumento de 12%... parece pouco mas nessa crise FDP eu fiquei até feliz!! Um abrs e boa sorte com seu atual emprego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - voce esta coberto de razao. Competencia conta pouco no momento de promoção - o network importa muito mais. Existe uma maxima de conseguir estar no momento certo e ter um chefe que "compre" a ideia da sua promoção. Ainda bem que conseguiu isso esse ano - aumento acima da inflação em ano de crise não é uma coisa comum. Meus parabéns !!!

      Um grande abraço,

      Excluir
  6. Rapaz, a cada dia fico mais feliz no serviço público.Rsss. Prefiro comprar minhas ações, vender umas opções e ganhar cada vez mais, somente preocupado com minhas empresas.

    O discurso do super funcionário engajado, comprometido, leal à empresa é ótimo para os acionistas, diretores e gerentes. Rsss. Mas para o profissional, é só stress e desilusão.

    A AMBEV pelo menos contrata umas GAROTAS DE PROGRAMA como prêmio para os funcionários que batem metas, Até a peãozada se diverte. Essa também é uma prática USUAL nas empresas alemãs. Podem ganhar pouco, mas de vez em quando se divertem. Sempre adimirei este país de primeiro mundo.

    Mas, no geral, o que vemos é muita gente se dedicando muito, fazendo milhares de horas extras não pagas, sem receber reconhecimento nenhum.

    Acho melhor vender umas opções, pegar o dinheiro e curtir praias fantásticas que sofrer na mão de multinacional.

    Mas vc é inteligente, vai conseguir coisa melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No serviço público tá ficando uma bosta também, principalmente para analistas no judiciário e MP, pois eles "trabalham" no sistema de delegação total, o juiz e o promotor não fazem nada e delegam tudo para os analistas...

      Excluir
    2. Realmente com algumas práticas utilizadas na iniciativa privada, além da dificuldade para se inserir em determinadas profissões, já que muitas vezes exigem muito pra pagar pouco, não tem como não ter uma tendência a escolher o serviço público.
      O serviço público também tem seus gargalhos, mas quando falamos sobre serviço público estamos falando sobre todo um universo com Câmaras Municipais, Prefeituras, Órgãos de saúde, saneamento básico, distribuição de energia etc. Enfim tem um grande terreno para se buscar uma colocação.
      É fato também que a concorrência chega a ser exagerada em muitos casos na questão dos concursos, mas só de não ter que passar por dinâmicas de grupo ridículas já dá um certo alento.
      Mas isso depende também da pessoa conseguir um emprego que tenha haver com a personalidade dela. Serviço público em muitos casos é estático.

      Excluir
    3. Ola anon 11:46 - eu também acredito que na relação trabalho x remuneração, o setor publico é muito mais atrativo do que a iniciativa privada. Se sou funcionário publico e aparecem responsabilidades extras, eu já acumulo cargo de chefia e a remuneração referente ao mesmo; mesmo que depois volte a atuar somente no que foi descrito no momento do concurso.

      A iniciativa privada tem este problema - se voce recusa as responsabilidades extras sem ter a remuneração, sempre vai existir o argumento que voce precisa demonstrar a sua competencia primeiro para depois ser oficializado no cargo e obter os beneficios; ou ainda, podem dizer que voce nao demonstra a ambição necessária.

      Se voce assume as responsabilidades para demonstrar bons resultados, voce corre o risco de no futuro a empresa nao efetivar voce no novo cargo e acaba perdendo margem de negociação.

      A linha que divide estes mundos é muito tenue e é necessário um pouco de sorte em encontrar um gestor preocupado com o desenvolvimento do time, e posso te dizer que isto não é comum.

      Um grande abraço,

      Excluir
    4. Olá anon 16:45 - eu entendo o seu ponto de vista sobre o judiciário, mas te digo que trabalhar no judicario está muito longe de ser uma bosta. Basta verificar os beneficios (férias de 60 dias, dois recessos no ano, etc...) oferecidos - a remuneração nao é apenas o salário no final do mes. Além do salário, é necessário somar os beneficios - que no caso do funcionalismo publico são diversos. E no caso do Judiciário, são ainda mais numerosos.

      Um grande abraço,

      Excluir
    5. Olá anon 10:57 - concordo 100% com o seu comentário. O serviço publico oferece muitos beneficios, mas a concorrencia para cargos com excelente remuneração é muito alta. Entretanto, essa concorrencia também é alta na iniciativa privada - basta ver quantos cargos de Diretor voce tem disponivel no mercado.

      No funcionalismo a carreira é mais estatica mesmo, mas é o preço a se pagar pela estabildiade. Na iniciativa privada, as coisas sao dinamicas, mas um passo em falso e voce pode parar na fila do seguro desemprego.

      Um grande abraço,

      Excluir
  7. Respostas
    1. Olá ST - muito obrigado pela sua visita.

      Um grande abraço,

      Excluir
  8. Olá EP

    Muito bom o seu relato! Realmente, seu amigo que está a 2 anos atuando como gerente mas recebendo como analista, não acho que é uma boa ideia. Deu pra ficar claro que não pretendem promover ele.

    No seu caso, acho que seria uma boa vc continuar executando as responsabilidades do seu chefe por alguns meses, ou até 1 ano. Porque dessa forma, quando vc for sondar outras empresas, vc poderá se apresentar como gerente, já que possui experiencia nesse cargo. Estou certo? Ou o RH das outras empresas não te veria como gerente?

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que acompanho das postagens do EP ele já é gerente,mas buscava o cargo de deu gestor que é um gerente sênior. É isso mesmo EP

      Excluir
    2. Olá Investidor X - tudo bem ?

      Eu ja tenho um cargo gerencial, então ao buscar um novo emprego isso não seria problema perante o RH de outras empresas. Os titulos de cargo que voce ocupa valem menos do que os projetos que voce realiza - o meu problema não é nem o titulo nem os resultados de projetos. O grande problema é assumir responsabilidades extras sem a devida remuneração e beneficios.

      Eu esotu atuando no cargo do meu chefe, mas nao tenho o salário e beneficios dele. Esse é o problema - voce achar que esta fazendo mais do que o que foicombinado no momento da contratação.

      Um grande abraço,

      Excluir
    3. Olá anon - tudo bem ?

      Exatamente, eu ja tenho cargo gerencial há algum tempo. Como comentei ao investidor X, o problema nao é cargo ou titulos ... o problema é voce assumir mais responsabilidades (que tomam o seu tempo de lazer) sem ser remunerado para isso.

      O meu chefe tem cargo de Diretoria - por isso, a remuneração e beneficios sao bem diferentes do que eu tenho no meu cargo.

      Um grande abraço,

      Excluir
    4. EP você para o mercado está que categoria? Um gestor sênior?

      Excluir
    5. Ola anon 19:04 - pergunta dificil essa que voce fez. Acredito que me encaixaria como um gestor senior.

      Do ponto de vista de educação formal eu tenho formação em faculdade de ponta, MBA e mestrado. Do ponto de vista de experiencia, eu tenho mais de 07 anos de experiencia como gestor liderando equipes em paises diferentes (mais de 22 funcionários diretos e 36 funcionários em outros paises). Do ponto de vista de projetos e realizações, eu tive oportunidade de participar de projetos internacionais (EUA, Espanha, Coreia do Sul, Tailandia, Alemanha, Argentina, Colombia, etc...) e gerenciar orçamento total de US$1,3B.

      Acredito que devido minha experiencia e projetos envolvidos (que nao posso dar muitos detalhes adicionais, devido a questão de manter o anonimato), poderia ser considerado um gestor senior.

      Um grande abraço,

      Excluir
  9. Bom relato EP. Eu já trabalhei vários anos em empresas privadas. Fazia mo mesmo trabalho de colegas que o salário era quase o dobro que o meu. Eles mesmo falavam que eu era injustiçado. Como eu não ganhava aumento e nem promoção eu procurava outro trabalho em outras empresas, e fazia questão de não negociar salário quando pedia conta. Cada um tem uma personalidade, a minha era essa. Há empresas fdp's que só pensam nelas e nada nos empregados.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy - infelizmente, ter funcionários desempenhando a mesma funçaõ com salários diferentes é muito comum nas empresas. Acho a sua postura de não negociar salário no momento da demissão muito boa - eu acredito que aceitar contraproposta por parte da empresa é um mau negócio - voce só tem a perder pois a empresa sabe que voce está insatisfeito e só aceitou ficar pelo aumento de salário. Normalmente, eles começam a tirar responsabilidades e deixar voce em uma situação que pode ser facilmente substituido.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Verdade MB - acredito que sondar o mercado deve ser uma atividade constante. Nunca sabemos em que oportunidade podemos tropeçar...rsrsrs

      Um grande abraço,

      Excluir
  10. Lendo seu relato fiquei puto.... Já aconteceu isto comigo...isto pq eu era Jr. e estava fazendo trampo de Senior e ainda depois comecei a coordenar a equipe e no fim, fiz o trabalho de todo mundo. Fui muito bem avaliado pelo gesto na avaliação de desempenho, mas na hora de ter o aumento $$ e a elevação de cargo fui cortado por uma regra idiota da empresa... No fim, eu apenas era um número que não estava dentro das normas da regra imposta..... VSF...... Mandei todo mundo tomar no cú e fui embora do lixo da empresa.........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MB - tudo bem ?

      Infelizmente, isso que voce relatou acontece com muita frequencia no mundo corporativo. É sempre uma luta saber o limite entre a proatividade que vai te levar a alçar voos maiores e o "excesso de trabalho" que vai levar a empresa se aproveitar da sua motivação.

      Nestes momentos, trocar de empresa é sempre uma opção. Mas tem que tomar cuidado com a saida - nunca é bom fechar portas ... Infelizmente, a gente nao sabe o dia de amanha.

      Um grande abraço,

      Excluir