quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Promoção ou Prejuizo ?

Ola pessoal - tudo bem ? Hoje eu vou falar um pouco da promoção que recebi. Na verdade eu diria que nao foi bem uma promoção; no momento estou achando que foi uma grande "furada", mas vamos ver como ficam as cenas dos próximos capitulos.

Para voces entenderem o contexto, eu fui transferido para os Estados Unidos para trabalhar no mesmo departamento que trabalhava com a responsabilidade de gerenciar a região Estados Unidos + Canada. A empresa onde trabalho tem uma presença muito forte nos EUA, mas não tem tantos projetos no Canada - então estava com um balanço no trabalho que considerava ideal. Havia desafios em um pais, o outro estava razoavelmente sob controle e vida estava boa.

Porém, quando eu cheguei, eu ja houvia comentários do pessoal sobre o desempenho de um Diretor que cuidava de outra região (basicamente, todos os paises do Mexico ate o Uruguai). O pessoal reclamava que ele nao estava acompanhando as demandas e necessidades dos novos projetos e que nao conseguia entregar os resultados necessários. Essa situação foi se agravando porque esse Diretor nao era um gestor muito bom no trato com o time dele - ele nao sabia como defender os funcionários quando necessário e também nao tinha as informações sobre o andamento dos trabalhos.

Essa situação foi se agravando cada vez mais; até o momento que decidiram dividir as responsabilidades na região. Depois de muito debate, o meu chefe me indicou para a posição a fim de dividir as responsabilidades com esse diretor que estava se "afogando" com as atividades.

Levaram meu nome para a reunião de Diretores e acabou sendo aprovado - dessa forma, minha responsabilidade que era relativa a alguns projetos nos Estados Unidos e Canada; acabou virando uma responsabilidade sobre todos os projetos do Alasca até a Terra do Fogo. Meu time também aumentou porque recebi alguns recursos adicionais e agora tenho mais tres pessoas no time e duas vagas em aberto para contratar.

Dessa forma, eu agora tenha a seguinte situação:

1 - um passivo enorme de projetos que estao atrasados ou com problemas e que terei de resolver rapidamente;

2 - tres novas pessoas no time que terei de conhecer, entender as expectativas e descobrir quais problemas estão enfrentando para poder motivar e atingir resultados;

3 - duas novas posições para receber CV, entrevistar, selecionar e negociar salario e beneficios para finalmente poder contratar; além de integrar essas pessoas rapidamente ao time;

4 - uma meta nova onde ainda preciso conseguir redução de custos de 1,2 milhão de Euros para conseguir fechar o ano;

5 - projetos em novos paises - Mexico, Costa Rica, Jamaica, Equador, Colombia, Chile, Peru, Brasil, Argentina, Uruguai e deve ter mais algum ai no meio que eu esqueci.

Bom, com tudo isso que mencionei acima tenho um "upgrade" importante no curriculo e um novo patamar caso vou ao mercado no futuro buscar uma nova posição. Porém, nesse momento eu vejo somente prejuizos com essa nova promoção.

Eu estava em um ambiente que consegui ter certo controle sobre os projetos, metas atingidas, o time trabalhando da forma como eu considero adequada, etc... E apenas aguardando completar um determinado prazo para a empresa aplicar para o meu Green Card - e ai sim, no futuro, com green card na mão, a possibilidade de verificar melhores oportunidades no mercado e negociar um salário maior.

Agora, com toda essa responsabilidade adicional; apesar de ser otimo para progressão de carreira, é muto ruim par ao momento atual. Meu processo de Green Card esta longe de iniciar e agora eu tenho um risco alto de nao atingir as novas metas ou nao conseguir solucionar os problemas que o antigo diretor deixou. Se por acaso, a performance fica abaixo do esperado, existe o risco de demissão - o que forçaria automaticamente eu deixar o pais, ja que meu visto esta atrelado a empresa onde trabalho. 

Claro que para esse risco - o passaporte europeu ajuda muito. Em vez de voltar ao Brasil, eu iria procurar oportunidades na Europa e seguir a vida.

Porém, o risco existe e essa mudança nao é desejada nesse momento. Outro ponto adicional é que essa mudança foi feita há um mês e até agora nao ouvi nada de Recursos Humanos a respeito de um ajuste salarial para refletir a nova posição. Ja estou cobrando bastante meu chefe pois com a responsabilidade adicional também deve vir uma remuneração adicional.

Infelizmente, eu nao acredito em um ajuste antes de Janeiro/2019 - o que é muito ruim porque em tres meses é um tempo suficiente para os projetos afundarem de vez - e agora nao posso deixar isso acontecer de forma nenhuma.

O resumo dessa brincadeira é que tenho mais responsabilidade e o mesmo salário - situação que tem de ser evitada ao maximo. Ao mesmo tempo, enquanto nao tenho o green card em mãos (algo que ainda vai levar uns dois anos), nao tenho muita oportunidade de pressão sobre recursos humanos e, aparentemente, nao vejo muita saida a nao ser aguardar ate Janeiro para ver se consigo a minha recompensa na remuneração. Claro que vou continuar pressionando meu chefe para ter isso o quanto antes.

No momento, estou prevendo muitas horas adicionais de trabalho, final de semana, viagens (agora mesmo estou em outro pais), reuniões, guerras politicas, etc... além de todo o trabalho que comentei nos cinco pontos acima.

Então eu pergunto - foi uma promoção ou prejuizo ?

Um grande abraço,

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Atualização Patrimonial AGO/18 - R$427.494,97 (+4,01%)

Ola pessoal - tudo bem ? Muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo por aqui, desde mudanças no campo profissional ate, infelizmente, um problema de saude que estou enfrentando. Mas vamos a atualização por partes:

Cerca de duas semanas atras, eu estava jantando e comecei a sentir um pouco de tontura. Logo após, essa tontura passou e eu fui assistir uma serie no Netflix com a Sra EP. Depois de algum tempo, eu peguei um chocolate como sobremesa e logo comecei a sentir tontura. A Sra EP sugeriu verificar a minha glicemia e realmente estava alta. Agendei uma consulta no médico, fiz exame de sangue para verificar como estava a situação e, imediatamente cortei açucares e carboidratos da minha dieta. Agora estou tomando um medicamento e seguindo uma dieta low carb para perder um pouco de peso e reverter essa situação, ja que meu corpo começou a apresentar intolerancia a insulina. Nestas duas semanas já perdi 7 quilos, somente alternando um pouco a alimentação - realmente é impressionante como eu estava me alimentando mal e caindo na rotina de pressão do trabalho.

Falando na rotina, eu também comecei a sair no horário novamente. Claro que na maior parte dos dias eu inicio o trabalho mais cedo (cerca de 07:00 pela manhã), mas estou tentando manter o horário de saida. Isso vem ajudando porque chego em casa e vou fazer uma caminhada com o Estagiário Pobre (ele vai no carrinho dele ... rsrsrs) e isso também me ajuda no processo de "descompressao" e acabo aproveitando mais a noite com minha familia. Outra tecnica que estou usando é nao olhar mais emails depois das 20 horas (sei que 20 horas é já bastante tarde), mas eu estou em uma nova posição agora e lido com a região Americas inteira e isso significa que oito horas aqui, ainda sao 6 ou até 5 horas em outros locais que tenho equipe trabalhando.

Falando dessa nova posição (vou fazer um post a respeito) vou adiantando aqui que devido uma "bobeada" de um diretor na região onde estou trabalhando, a diretoria corporativa decidiu fazer alterações na estrutura e isso abriu uma nova posição de trabalho e eu estou responsável por um departamento diferente do que eu trabalhava anteriormente (ainda dentro da mesma area), com uma abrangencia um pouco maior, mas com certeza bem mais desafiador do que a atividade anterior. Quando cheguei ja peguei um "passivo" grande e as primeiras semanas sao cruciais para cirar uma boa impressão e indicação para a Diretoria Corporativa que eles tomaram a decisao correta com a mudança - só que isso significa muito, muito trabalho a mais. E ainda nao sei exatamente qual vai ser o meu aumento de salário (olha a cilada, Bino !!! ).

Pois é, muito trabalho a mais e uma indefinição sobre o aumento de salário. Indefinição sobre o valor e sobre quando ele será aplicado apesar da promessa de ser ate o final do ano.

Falando agora do patrimonio, esse mes eu tive uma grande ajuda (ou prejuizo ?) por causa do cambio. A valorização do dolar frente ao real me deixou com patrimonio maior em Reais e com patrimonio menor em Dolares - isso vai acontecer ate eu mover todo meu patrimonio em Reais para cá; mas somente vou analisar essa opção após as eleições quando o cenario politico estiver influenciando um pouco menos no cambio. 


Como voces podem ver, já recuperei parte do patrimonio que utilizei para comprar meu carro por aqui e mesmo com despesas extras, foi possivel fazer um aporte razoavel. De toda forma, meu foco é aumentar o maximo possivel o patrimonio esse ano, pois a meta inicial de 400K ja foi atingida.

De acordo com o planejamento, eu devo atingir o famoso um milhão de reais em 4 anos. Então, estou usando essa meta de medio prazo como motivação. Talvez eu atinja a meta antes disso caso eu concretize a venda do meu imovel no Brasil. Já o um milhão de dolares vai demorar um pouco mais - cerca de 15 anos.

Mas o importante é ir aproveitando a jornada - cada vez mais experiencias e desafios.

Um grande abraço,

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Orçamento Mensal (Ago/18) - Um grande Desperdicio de Dinheiro

Olá pessoal - tudo bem ? Então como já havia adiantado em outra postagem, eu passarei a divulgar também o acompanhamento do meu orçamento mensal para verificar se consigo cumprir as minhas metas de aporte.

Nessa fase de acumulação de patrimonio, o nivel de aportes é mais relevante do que o retorno obtido com as aplicações e eu quero colocar um pouco mais de foco nessa area do meu planejamento.

A minha intenção é verificar se consigo cumprir os aportes planejados e para isso vou verificar o planejado versus realizado em cada categoria. Ao final do mes eu terei um saldo para cada categoria e também o saldo total do mês.

Se o saldo for igual a 0 (zero), isso significa que eu consegui cumprir exatamente as metas do mês e o aporte ocorreu conforme planejado.

Se o saldo for positivo (maior que zero), isso significa que eu consegui economizar mais do que o planejado e o aporte será maior; o mesmo raciocinio vale para saldo negativo. Se isso ocorrer, isso quer dizer que tive mais despesas que o planejado e o aporte será menor do que o previsto.

Como além de tudo, eu ainda tenho um valor disponivel no Brasil - isso quer dizer que o cambio tem um papel importante na valorização / desvalorização do meu patrimonio. Isso vai ocorrer até que eu tenha todos os recursos aqui nos USA aplicados em moeda forte e isso vai levar ainda um tempo. E, por esse motivo, eu também estou acompanhando o valor previsto do meu patrimonio em dolares e em real.

Acho que vai ficar mais claro como estou utilizando os controles durante a postagem - vamos então ao fechamento do mes de Agosto.



Neste primeiro mes eu tive algumas despesas extras que eu pude compensar com algumas economias. Mas eu tive uma grande despesa extra que terei de economizar bastante nos proximos meses para compensar - essa grande despesa extra está registrada na categoria outros e é um dinheiro totalmente jogado fora. Estou com raiva até agora sobre essa despesa - mas ainda vou falar mais sobre isso.

As categorias aluguel, luz e agua foram como previsto - sem novidades por aqui.

Na categoria internet + TV a primeira mensalidade vem o valor maior que contempla a taxa de instalação e o valor dos aparelhos. Essa taxa deixa de existir no proximo mês.

Na categoria manutenção da casa - eu preferi comprar todos os filtros de ar condicionado para 1 ano de aluguel e estocar em casa. Com isso eu consegui comprar com o preço de atacado e nao terei essa despesa nos proximos 12 meses. Também comprei um liquido para desentupir encanamentos e veneno para insetos - por isso a despesa foi maior esse mes e vou economizar nos proximos para reduzir o saldo negativo nessa categoria.

O pagamento do automovel ocorreu normalmente e eu consegui uma boa negociação em relação ao seguro aqui na empresa. A empresa tem uma parceria com uma empresa (chamada Progressive) que oferece um pacote de isenção de 6 meses no pagamento do seguro para determinadas posições na empresa - incluindo a minha. Resumindo, eu nao terei de pagar seguro por seis meses.

Combustivel também ficou sob controle mesmo com algumas viagens de final de semana. Ja manutenção nao está prevista ja que o carro está na garantia e a manutenção periodica esta incluso nos pagamentos da prestação mensal.

Na categoria Compras (supermercado) eu tive uma despesa extra porque minha mudança demorou para chegar do Brasil e eu tive de comprar fraldas para o Estagiário Pobre (as fraldas que eu havia ganho no Brasil vieram junto com a mudança). Além disso, eu recebi uma tia por alguns dias e tive algumas despesas extras de supermercado. Essa categoria me preocupa no proximo mes, pois vou receber pessoas por aproximadamente um mes na minha casa e as despesas podem aumentar bastante.

Na categoria restaurantes também houve gasto adicional - ja que levei a Sra EP para comemorar aniversário de casamento (atrasado, pois nao deu para levar no dia e mes correto) e tambpem recebi essa tia e a levei para alguns restaurantes na região. Tudo isso causou os gastos extras nessa categoria.

Nao houve despesas com remedios e passeios como planejado; mas houve algumas despesas com viagens de final de semana na região, como eu mencionei anteriormente.

As minhas despesas deveriam parar por aqui e o saldo do mês seria USD -22,28 ; o que eu consideraria aceitavel visto as despesas extras que eu tive com atraso da mudança e com a recepção de parentes.

Porém, como voces podem ver na categoria Outros eu tive uma despesa enorme aqui. O que ocorreu foi o seguinte - eu estava dirigindo a 38 mph em uma area de limite 30 mph (uma cagada enorme da minha parte) e o policial me parou por esse motivo. De cara eu ja sabia que ia receber uma multa e teria uma despesa extra.

Pois bem, a multa foi de "apenas" USD 118 dolares. Porém, durante a conversa com o policial, ele me pediu os documentos do carro, seguro e habilitação. Sem problemas porque eu tinha todos os documentos em ordem - ao menos era o que eu imaginava. Ele devolveu o documento do carro e certificado do seguro, mas ficou com minha habilitação e foi verificar meu status. Eles estão apertando muito a situação de verificação de status de imigração em todas as oportunidades possiveis.

Estava tranquilo quanto a isso porque estou aqui legalmente, então eu sabia que nao haveria problemas. De toda forma, o policial retornou e informou que me daria outra multa porque eu estava dirigindo sem habilitação valida. Eu argumentei que minha habilitação estava valida, já que ele só vence em 2021 no Brasil e eu posso dirigir até seis meses com uma carteira de habilitação estrangeiro por aqui.

Acontece que isso nao é verdade. Quero dizer, é uma verdade parcial. Eu só posso dirigir por seis meses com habilitação estrangeira por aqui em caso de turismo. Mas o policial verificou que eu estou aqui com o visto L1 (visto de trabalho) e, para esses casos, voce só pode utilizar sua habilitaçao de outro pais por um periodo de 30 dias. Depois disso tem que ter habilitação local.

Argumentei um pouco mais com o policial e ele me informou que na verdade, pelo fato de diriir e nao ter uma habilitação valida, eu estava cometendo nao uma infração de transito, mas sim um crime. E por isso eu teria de comparecer no tribunal. Como as coisas estavam ficando complicadas, eu decidi ligar para o advogado naquele momento mesmo.

O advogado me informou que o policial estava certo e que se ele quisesse ate poderia me levar preso para a audiencia com o juiz. Felizmente, o policial usou o bom senso e nao fez isso. Mas me aplicou a multa (USD 300,00 inicialmente) e definiu a data para comparecermos perante o juiz que vai decidir a situação.

Obviamente, eu imediatamente contratei um advogado recomendado por alguns colegas que tiveram problemas similares. Isso custou apenas USD 1.000,00 - imagina a minha felicidade com a situação. Também falei com o RH da empresa que eles precisam providenciar esse tipo de informaçao para os funcionarios expatriados - uma vez que a pessoa pode ter muitos problemas.

Felizmente, o advogado ja esta trabalhando no caso e nao devo ter maiores problemas pois paguei as multas imediatamente e fiz o curso de Drive Improvement para evitar pontos na minha carteira e evitar que o valor do seguro aumente (voce pode fazer isso 5 vezes na sua vida). E minha prova para habilitação ja estava agendada para semana seguinte e eu consegui ser aprovado no teste com um perfect score - o que o advogado usa para comprovar que eu nao era uma ameaça dirigindo por ai e que a questão da carteira de motorista valida seria apenas uma impossibilidade pois o social security necessário para oferecer duas provas de endereço, que por sua vez sao necessarias para agendar o teste de habilitação, demora por si só de 4 a 6 semanas - logo, seria impossivel conseguir uma habilitação local em 4 semanas como manda a lei.

De toda forma, além da dor de cabeça, isso me gerou também uma dor no bolso pois a despesa extra foi bem alta e terei de economizar nos meses seguintes para fechar o ano com o saldo pelo menos em zero.

É isso ai pessoal - mais uma lição aprendida.

Um grande abraço,

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Compra de Carro nos USA

Olá pessoal - tudo bem ? Consegui dar uma parada na hora do almoço para escrever para voces como foi o processo da compra do carro aqui nos Estados Unidos. Posso dizer que foi uma mistura de experiencias positivas e negativas.

O primeiro passo para comprar algo nos EUA é ter o seu histórico de credito. Tem tres empresas principais, chamadas de credit bureaus, que classificam o seu perfil de pagador conforme um score - o seu credit score. Quanto mais alta a nota, melhor é o seu perfil como pagador e voce consegue acesso mais facil ao credito e também taxa de juros menor do que alguem que tem um credit score baixo. Eu irei falar com mais detalhes sobre o credit score nos EUA, mas queria apenas fazer essa introdução já que o credit score é importante no processo de compra de qualquer coisa por aqui.

No meu caso, eu ainda nao tenho um credit score - demora algo como seis meses para voce começar a ter sua pontuação disponivel nas tres principais agencias de credito. Então, é como se eu estivesse nascendo de novo por aqui, já que o seu historico no Brasil nao conta por aqui.

Então, eu fui no banco onde tenho relacionamento devido a empresa (e que me facilitou muito para obter um cartão de credito com 10% da minha renda anual como limite) e perguntei sobre financiamento de automovel. A minha intenção era comprar a vista, mas se voce faz isso - acaba nao construindo o historico de credito. É um paradoxo interessante - voce precisa tomar credito para contruir seu historico de credito; mas sem historico de credito voce nao consegue tomar credito no mercado.

Falei com meu gerente que informou que devido ao relacionamento com a empresa, eles poderiam sim financiar até 80% do valor do veiculo, por um periodo igual a validade do meu visto, com uma taxa de juros de 6% ao ano. Verifiquei as taxas para quem tem bom historico de credito e está perto de 3,8% ao ano. Mas, como nao tenho ainda nenhum historico, eu decidi seguir em frente com essa opção.

Após duas semanas dessa conversa com o gerente, o banco me pediu para submeter algumas informações adicionais. Enviei as informações que pediram e depois de mais duas semanas (ja se vai um mes nessa historia) eu recebo a resposta que meu credito nao foi aprovado porque eu nao tenho historico de credito suficiente por aqui. Achei muito estranho a resposta e fui conversar com o gerente novamente, pois ele havia garantido que a analise era feita com base no relacionamento com a empresa justamente porque tem muita gente transferida e que chega sem historico de credito - ou seja, exatamente meu caso.

O gerente conversou com o pessoal do financiamento e veio com uma conversa que eu poderia ter um outro tipo de financiamento, mas que seria mais caro, mas que ele poderia me ajudar. Cansei da conversa dele e disse que se nao fosse aprovado o financiamento nos termos que falamos e montamos o processo, eu nao iria financiar nada com eles e iria transferir meu dinheiro para outro banco.

Como ele nao pode fazer nada, eu fui lá encerrei a conta e peguei um Cashier's Check do dinheiro que eu tinha por lá - cerca de USD 65K naquele momento e ja fui saindo para levar para outro banco. O gerente veio novamente falar comigo quando eu estava no caixa (acho que ele pensou que eu estava blefando) e pediu para eu deixar a conta e o dinheiro (obviamente) lá que ele iria tentar resolver - como eu ja tinha feito tuso, eu falei para ele que ele teve a oportunidade dele e eu estava esperando há mais de um mes pela resolução. Agradeci e fui embora - atravessei a rua e abri a conta e fiz o deposito no outro banco - que me ofereceu condições ainda melhores no programa de recompensas do cartao de credito (3% de recompensa nas compras gerais e 4% na compra de combustivel).

O novo gerente ja me informou desde o inicio que ele nao conseguiria aprovar um financiamento nem de uma caneta sem historico de credito e me orientou a tentar diretamente na concessionária, pois eles trabalhavam com financeiras e apesar de nao conseguir a melhor taxa do mundo, eles poderiam financiar.

Para resumir um pouco o processo - eu visitei uma concessionária da GM, uma da Ford, duas Toyotas, uma Honda, uma Nissan, duas Hiunday e uma Mazda.

Todas elas nao conseguiam financiar, ou quando conseguiam vinham com taxas variando de 11% ao ano até 16% ao ano.

Então, considerando os termos de garantia e outros beneficios, eu decidi por comprar um Mazda. Fui no banco e solicitei um cashier's check do valor total para pagar a vista. Sei que nao iria ajudar no historico de credito mas nao dá para pagar 16% ao ano quando os locais pagam 3.8% ao ano.

Fui ate a concessionária - entreguei o cheque e eles começaram a cuidar do registro do veiculo, da placa e do sticker (que é o comprovante do pagamento do seu "licensiamento") que deve ser colado na placa. Tudo muito bacana, eles resolveram tudo rapidinho e eu ja podia sair dirigindo o carro que escolhi (ja tinha comprado o seguro antecipadamente em um programa da empresa).

Quando estava de saida, o gerente veio falar comigo e perguntou se eu podia aguardar mais alguns minutos. Ele estava conversando com o financeiro e tinha enviado a copia dos meus documentos e também a copia do cashier's check mostrando que eu tinha pago o carro a vista. Ele havia solicitado ao financeiro se nao daria para incluir meu caso em um programa de financiamento que eles tem, já que eu havia demonstrado que tinha fundos para pagar o carro a vista, tinha mostrado prova de emprego e de renda aqui nos USA, além de toda a documentação de imigração.

O pessoal havia ficado de analisar e ele me ligaria no dia seguinte. Achei interessante o interesse dele em fazer isso já que seria muito melhor ele pegar o pagamento a vista e pronto.

No dia seguinte ele me ligou e pediu para eu pegar o cashiers check e depositar novamente na minha conta e levar somente o cheque com o valor da entrada porque ele havia conseguido um financiamento nas seguintes condições:

72 meses de prazo / juros 4,3% ao ano / financiamento de 70% do valor total.

Achei interessante a oferta, porque a taxa de juros nao estava longe do que os americanos com bom historico de credito conseguem por ai. Nao me preocupei com a entrada porque ja iria pagar tudo a vista mesmo e nao me preocupei com o prazo, porque a ideia é pagar 12 prestações (para criar o histrico de credito) e depois quitar o financiamento.

Dessa forma, também consegui a garantia de 6 anos "bumper to bumper" e garantia vitalicia (enquanto nao vender o carro) de items de powertrain (transmissão, motor, suspensão, parts estruturais do chassis, etc...).

Então acabei fechando negocio com eles e consegui, finalmente, comprar um carro por aqui.

Nas proximas postagens eu pretendo falar mais sobre o historico de credito, a facilidade de abrir conta em banco, primeira abordagem da policia e primeiro dinheiro jogado fora (multa), potencial promoção no trabalho, entre outras coisas que estão ocorrendo por aqui

Um grande abraço,

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Atualização Patrimonial JUL/18 - R$405.598,10 (+0,33%)

Olá pessoal - tudo bem ? Pois é, estou completando quase tres meses aqui na Terra do Trump e aos poucos estou resolvendo os problemas burocráticos e estabelecendo uma rotina por aqui. Considero estabelecer uma rotina uma das coisas mais importantes para adaptação ao novo lugar - aos poucos voce vai encontrando o posto de gasolina que sempre abastece, o local onde corta o cabelo, o restaurante preferido, o local onde gosta de caminhar, etc ...

Esse mes de Julho foi bem interessante e cheio de movimentações por aqui - vou tentar relatar um pouco cada uma delas. Primeiro (e mais importante) eu aproveitei a semana do feriado de 4 de Julho para fazer uma viagem. Como todos sabem, eu estou vivendo em um local no sul dos Estados Unidos e decidi fazer a primeira viagem na região para conhecer um pouco mais dos atrativos locais. Planejei uma viagem de uma semana e fui conhecer locais bem interessantes.

Iniciei o roteiro visitando Savannah (Georgia) - uma cidade muito interessante. As construções e o centro histórico sao extremamente preservados e voce se sente em uma cidade que parou no seculo XVIII. Recomendo quem conseguir passar uns tres dias na cidade irá se divertir bastante - desde que tenha interesse por história e arquitetura.

Depois disso, eu segui para as Smoky Mountains (Tennessee) - que lugar espetacular. Tive a oportunidade de ficar em uma cabana no meio da floresta - que tranquilidade. Passei os dias fazendo os roteiros mais conhecidos do parque, que para minha surpresa descobri ser o parque nacional mais visitado dos EUA. O local tem uma estrutura muito boa e a grande pedida é sair bem cedo para poder observar os animais que aparecem pelas trilhas ... com certeza voce vai avistar diversos tipos de aves, guaxinim, esquilos, alces, cervos; e dependendo da sua sorte, vai avistar o famoso Black Bear.

O parque tem muitas atrações mesmo e ainda mantem as construções dos primeiros exploradores que chegaram na região. Depois de algum tempo, o governo americano tomou as terras dos indios e transferiu eles para Oklahoma - tema muito controverso e debatido ate hoje. Mesmo assim é interessante observar como viviam exploradores nos anos 1800. Os passeios pelas trilhas é maravilhoso - eu comprei uma daquelas "mochilas" onde voce pode colocar crianças pequenas e carregar elas com voce. Foi muito bacana caminhar nas trilhas e levar o Estagiário Pobre para participar do passeio e ja permitir esse contato mais proximo com a natureza. Ficamos quatro dias na cabana e conhecemos o principal do parque (as atrações e trilhas mais turisticas); mas as pessoas voltam todos os anos porque existe muito coisa para se ver e muitas trilhas para se percorrer - sendo que a famosa Apalachian Trail passa pelo parque e muitas pessoas começam sua viagem ate o Maine exatamente pelo parque Smoky Mountains.

Saindo do parque fizemos uma parada de dois dias em Chattannoga (Tennessee) - uma cidade bem turistica - a rua principal é um verdadeiro mar de atrações bem no estilo americano ... tem tudo desde mini-golf até pistas de kart. Mas o meu objetivo na cidade era outro - queria conhecer a Ruby Falls e a Incline Railway. Os dois passeios sao muito, mas muito legais ... 

Os valores para esse passeio estão inclusos na retirada que fiz esse mês e voces vao ver na atualização patrimonial abaixo. 

Outra grande mudança no mes de Julho é que finalmente venceu o prazo que a empresa estava pagando hotel e carro alugado - então eu mudei para a casa que aluguei e também comprei um carro. O valor de entrada do carro respondeu por boa parte da retirada que fiz em Julho (USD 10.000) e o restante foi utilizado no passeio de uma semana que comentei.


Como podem ver, apesar do rendimento de 0,33% no mes; o meu patrimonio diminuiu pois fiz uma retirada de USD 10.000 para fazer frente a despesas extras (mudança e passeio); mas principalmente para dar entrada no veiculo que comprei.

Vou ja preparar uma postagem falando do processo de compra do veiculo - onde tive um aborrecimento com meu banco e uma surpresa boa com a concessionária.

Ainda mantenho aproximadamente 50% do patrimonio no Brasil, mas aos poucos devo transferir esse dinheiro para cá. O processo de venda do apartamento ainda está em andamento - tem um potencial comprador que visitou e gostou bastante e deve apresentar proposta nos proximos dias. Outros tres compradores visitaram, porém nao fizeram propostas. Eu nao tenho pressa para a venda, por esse motivo nao estou oferecendo nenhuma tipo de desconto no imovel - ja que o mesmo está alugado no momento.

A partir do mes de Agosto, eu estou fazendo um acompanhamento detalhado das minhas receitas / despesas - ja que agora nao tenho mais despesas extras com mudança ou relacionadas a viver em hotel (como lavanderia, gorjetas, etc...). Agora poderei apurar com mais precisão os custos para se viver na cidade onde estou morando em um padrao de vida confortável. Além disso, conseguirei acompanhar de forma mais proxima o meu plano de aportes, garantindo que irei me aproximar dos R$450K ate o final do ano. A meta para 2018 já foi batida - era R$400K - mas com a negociação da minha demissão eu consegui atingir a meta antecipadamente e utilizar parte do dinheiro também para compra do carro. O objetivo revisado agora (padrão Dilma) é chegar nos USD450K até dezembro (infelizmente nao dá para dobrar a meta).

Também tem potencial de mudanças aqui no trabalho e estou trabalhando forte nos bastidores para ver se consigo efetivar uma movimentação interessante - mais detalhes em postagem futura.

Um grande abraço,