terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Meu Plano de Independência Financeira & Aposentadoria (USA)

Ola Pessoal - tudo bem ? Com a potencial mudança para os USA, eu decidi verificar como fica o meu plano de aposentadoria e independencia financeira.

Partindo de algumas premissas e projetos que tenho para uma aposentadoria antecipada fiz uma comparação de patrimonio ficando no Brasil e partindo para os USA. 

Vale ressaltar que eu comecei a trabalhar com 14 anos (já contei um pouco da minha história nesse post e também nesse post) e pretendo ter disponibilidade total de tempo (ou seja, me aposentar), no máximo aos 55 anos de idade. Partindo da premissa de que iniciei minha vida profissional aos 14 anos e nao tive nenhum periodo de interrupção até o momento, já se foram aproximadamente 20 anos de trabalho (eu tenho entre 30 e 35 anos de idade) e se continuar até os 55 anos de idade, terei trabalhado algo próximo de 40 anos da minha vida. 

Considero um tempo excelente e devido ao desgaste da vida corporativa, espero poder parar inclusive antes dos 55 anos de idade. De qualquer forma, com a possibilidade de mudança de pais que venho comentando com voces, eu decidi avaliar como ficará minha situação patrimonial e o planejamento para aposentadoria antecipada.

As premissas utilizadas são as que já estamos acostumados a debater na comunidade financeira:

a) Taxa de Retirada: 4% a.a

b) Previsão de Retorno: 6% a.a. (acima da inflação)

c) Aportes constantes: considerado o aporte planejado Brasil e aporte planejado USA

d) Aumento Salarial e Inflação: os aumentos salariais nao estão considerados, servindo então para cobrir inflação. Para todos efeitos considero aumento salarial = inflação. Nao estão consideradas eventuais promoções ou novas transferencias.

Então, vamos as comparações. O primeiro passo será comparar as receitas e impostos retidos no salário e entender qual é o salário liquido nos dois países. Para isso, montei a tabela abaixo:



Dessa forma, cabe verificar que nos Estados Unidos existe incentivo fiscal para determinadas despesas (saude e previdencia). Dessa forma, os valores de Plano de Saude (selecionei o plano médio entre as tres opções de planos disponiveis na empresa), valores de previdencia privada (selecionei 4% de contribuição pois é o valor limite que o empregador também deposita na conta) e estimei valores de USD 200 para depósito em conta HSA (Health Savings Account) e que pode ser utilizado para qualquer tipo de despesa médica, inclusive a compra de medicamentos. É exatamente para essa finalidade que estou separando esses USD 200 / mês.

Com isso, chegamos em um salário liquido comparativo entre Brasil e USA. Porém, além disso é importante considerar que nao estamos planejando que a Sra EP trabalhe nos Estados Unidos durante o primeiro ano de vida do Estagiário Pobre. Dessa forma, nao estou considerando nenhum rendimento dela por lá; entretanto, terei a oportunidade de vender ou alugar meu apartamento no Brasil e obter renda extra. A melhor opção seria a venda do apartamento, mas nesse exercicio, eu vou considerar o aluguel já que tenho 2 propostas de aluguel na mão e ainda nao recebi nenhuma proposta de compra do apartamento.

Com todas as considerações acima, chegamos a um valor de renda liquida comparavel entre os dois países. Utilizando sempre um cambio de USD 1,00 = BRL 3,30 - terei uma renda nos USA 36% superior a renda atual no Brasil (ainda nao estamos considerando bonus ou premiações por desempenho).

Mas agora vem a parte mais importante, ou seja, as despesas que irão determinar meu poder de aporte. Para isso também montei o seguinte quadro:


Nesse quadro tenho as despesas relacionadas a habitação. Recentemente, apareceram boas ofertas de aluguel na cidade onde vou morar com valores inferiores aos USD 1.700 que estava considerando. Na verdade, apareceram ofertas em torno de USD 1.550 em casas realmente muito interessantes. Acredito que quando estiver por lá poderei negociar um bom local com valor inferior aos USD 1.700 planejados, mas por hora vou manter esse valor de acordo com o planejamento inicial. No Brasil, nao tenho despesas de aluguel já que moro em imovel próprio.

No imóvel de aluguel nos USA nao sou responsável por pagamento de HOA (Home Owner Association), Seguro, Impostos, manutenção, jardinagem, retirada de lixo, etc ... todos esses valores estão inclusos no aluguel. Já aqui no Brasil eu tenho despesas mensais de condominio e IPTU. Nao estou considerando valores de manutenção do imovel no Brasil porque nao tenho dados suficientes para fazer uma boa estimativa.

O total de utilities (energia eletrica, gas, agua) estou estimando em USD350 / mes; mas segundo amigos que moram por lá minha estimativa está um pouco exagerada. Ja os valores de tel celular e internet foram confirmados no site das operadoras.


As despesas de supermercado também estão bem apuradas com pessoas que moram por lá. Ja as despesas médicas estou considerando uma visita por mês ao clinico geral e o custo de uma receita de remedios para 90 dias. Desta forma, cada um de nós (familia de 3 pessoas) poderemos passar no medico a cada 3 meses, o que eu considero uma média aceitável. Além disso, estou incluindo outros USD 100 para compra de medicamentos, nao esquecendo que ja deposito outros USD 200 na conta HSa que me permitem fazer frente as despesas medicas, incluindo remedios (isso da um total de USD300 / mês).

Ainda nao descobri como funciona o IPVA por lá, por isso nao estou considerando nenhum valor apesar de saber que é uma despesa que terei de fazer frente. O valor de seguro foi obtido através de cotação com empresas locais. O valor de combustivel nos USA deve ser minimo, devido a minha intençao de ir trabalhar de bicicleta e utilizar o carro apenas em dias de chuva e final de semana para pequenos passeios. Ainda assim, considero tres tanques de combustivel por mes. Também esta provisionado um pequeno valor para troca de oleo, reparo de pneu ou alguma outra manutenção rotineira, caso necessário.


também está considerado valores para corte de cabelo e vestuário. Além disso, vou continuar contribuindo para INSS (nao sobre o valor máximo) para obter beneficio em caso de invalidez parcial ou permanente, em caso de uma nova gravidez futura da Sra EP, em caso de morte de um dos conjuges, etc... Nao costumo contar com o INSS para aposentadoria pois nao sei como estarão as coisas ate eu ter a idade minima para me aposentar, mas encaro o INSS como um amplo seguro para casos de invalidez ou morte.

As despesas de restaurantes estão computadas considerando comer fora 3 finais de semana por mes (custo médio de USD 50 para o casal por jantar) e o valor de USD 500 para viagens e passeios maiores.

Com isso tenho o total de despesas de USD 4.242 e podemos fazer já uma primeira análise. Estou indo com receita 36% superior ao que tenho no Brasil, mas terei despesas 57% superior ao que tenho no Brasil. Isso é facilmente compreendido pelas despesas medicas que hoje nao tenho por aqui (meu plano de saude nao tem custo para o funcionário) e pelas despesas de viagens que estou planejando. Além disso, existe uma grande diferença entre a despesa de aluguel nos USA (USD 1.700) e a renda que irei obter alugando meu apartamento no Brasil (USD 500) e também o fato de considerar renda zero para a Sra Executiva Pobre.

Mas os numeros ainda nao estão completos - é necessario verificar o valor possivel de aporte e também os valores da previdencia que a empresa oferece como beneficio para as empregados. Dessa forma teremos:


Considerando o beneficio da previdencia e o aporte que a empresa faz até o valor maximo de 4% do salário, eu terei um poder de aporte de USD 2.427 - utilizando a mesma taxa de cambio para todo o estudo USD 1 = BRL 3,30 - eu terei um aporte 15% superior ao aporte no Brasil. Isso se deve principalmente ao beneficio da previdencia oferecido pela empresa.

Portanto, após estabelecer o poder de aporte em cada pais, será possivel fazer um estudo de aposentadoria considerando o valor patrimonial atual e os respectivos aportes.


Considerando o patrimonio atual e as premissas de mais 20 anos de aportes, rendimentos a uma taxa de 6% a.a. acima da inflação, anualizando os valores mensais obtidos de capacidade de aporte e lembrando sempre da utilização da mesma taxa de cambio USD 1 = BRL 3,30 - temos então que será possivel tornar milionário em dolares, já que o valor futuro indica algo como 1,3 milhões de dolares de patrimonio caso eu consiga manter esse planejamento.

Voces devem ter notado que eu nao considerei o bonus anual em nenhuma das estimativas, pois eu considero esse dinheiro um extra e caso nao conseguirmos atingir as metas estabelecidas nao recebo bonus. O valor do bonus pode ser utilizado para aumentar a verba de viagens, fazer frente a uma despesa nao esperada naquele ano e, principalmente, aumentar o aporte e diminuir o prazo para atingir a IF.

O valor acumulado em USD permitirá uma retirada anual (considerando a taxa de 4% a.a.) de USD 54.764,80 - o que é um ótimo valor para uma aposentadoria, pois dá uma média mensal de USD 4.563,73 - valor superior ao total de despesas que tenho hoje.

Obviamente que no meu plano inclui reduzir as despesas. As despesas de viagem nao serão mantidas durante os proximos 20 anos, ao contrario, elas irão diminuir caso eu consiga o Green Card. No momento, elas sao consideradas como oportunidade para aproveitar o turismo na Terra do Tio Sam, já que nao sei exatamente quanto tempo estarei por lá.

Para aposentadoria, eu também nao terei as despesas de saude e medicas pois nao pretendo ficar nos USA. Pretendo sim fazer uso da cidadania portuguesa e me basear naquele pais para tratamentos medicos (caso necessário) e consultas fazendo valer o fato de que o sistema de saude é publico e gratuito em terras lusitanas. Essa mudança me permite reduzir as despesas em USD 510 / mês considerando que nao terei de pagar plano médico e consultas em terras portuguesas.

Outra vantagem é o valor de aluguel em Portugal, comparado com o que tenho previsto para os Estados Unidos. O valor de USD 1.700 equivale a aproximadamente EUR 1.393; o que é um valor mais do que suficiente para aluguel em cidades pequenas de Portugal e outros paises da Europa (pequenos vilarejos da Italia, Alemanha, França, Republica Tcheca e todo leste europeu, etc...), além de ser uma fortuna para aluguel nos paises da Asia.

Existe uma renda extra potencial (a partir dos 64 anos) de USD 1.016 do social security americano; além de um potencial de renda do INSS brasileiro. Logo, considero todos esses valores como contingencia dentro do meu plano - serão valores extras.

Além disso, a Europa também é meu plano caso eu nao consiga o Green Card dentro do periodo de cinco anos. Com isso, todos esses valores teriam de ser recalculados - mas por hora me contento em fazer os calculos com o cenário americano.

De toda forma, claro que vou tentar potencializar esse valor com a Sra EP voltando ao trabalho após o primeiro ano com o Estagiário Pobre. O resto depende dos rendimentos e do mercado financeiro que pode me trazer boas ou más surpresas, mas que no longo prazo (20 anos) nao é nada agressivo supor rendimentos de 6% a.a.

E voces - já calcularam o valor previsto do plano de Independencia Financeira / Aposentadoria de voces ?

Um grande abraço,

33 comentários:

  1. Caraca..20 anos? Que idade vc tem? Vai aposentar na idade convencional?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - tudo bem ? Parte das suas respostas estão no texto ... eu tenho entre 30 e 35 anos. Se eu demorar mais vinte anos para me aposentar definitivamente - isso significa que irei parar entre 50 e 55 anos de idade - nao é nem de perto a idade convencional. A legislação atual exige 65 anos de idade para homens se aposentarem, então estou adiantado ... rsrsrs

      Mas veja que se aposentar é diferente de ser financeiramente independente. Eu preciso de uma renda muito inferior a proporcionada por USD 1,1 milhão (ou R$3,9 milhões) para me considerar financeiramente independente. Apenas faço as contas para ver o potencial patrimonio acumulado ate o ultimo dia que considero saudavel trabalhar - apos esse dia eu nao quero ter nenhum compromisso profissional, independente da minha renda.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. aahhh saquei podiscre

      Excluir
    3. É isso ai ... rsrsrs ... as vezes a gente confunde a independencia financeira com ser multimilionário e nao precisa tanto. Consigo ter a independencia financeira bem antes - mas quero saber quanto conseguiria acumular até o limite de idade que considero saudavel, ou seja, 55 anos.

      Um grande abraço,

      Excluir
    4. considero 55 mto tarde já...antes dos 50 é uma meta boa pq ainda temos saude e energia pra viajar e fazer oq nao fazemos antes por falta de grana

      Excluir
    5. Sim - é verdade. Com 50 anos a coisa é ainda mais interessante - refazendo os parametros por aqui e considerando então 15 anos de prazo (vai ser um pouco mais porque ainda nao tenho 35 anos) ... eu conseguiria um patrimonio de USD 900.361 e considerando a famosa taxa de retirada de 4% daria um retorno de USD 36.014 dolares por ano ... ou pouco mais de USD 3.000 / mês. Isso sem contar beneficios de INSS e Social Security no futuro - também é um valor confortavel e cobre minhas despesas com muita folga.

      Um grande abraço,

      Excluir
  2. Sigo na sua, meu caro...
    Vc é meu benchmark! Hehhe
    Abraço e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola IM - tudo bem ? Eu acho que se conseguir aplicar os aportes planejados, entao teremos uma situação financeira confortável ... eu e voce, ja que está me usando como benchmark ... rsrsrs

      Um grande abraço,

      Excluir
  3. Farmacêutico Investidor27 de fevereiro de 2018 18:26

    Olá EP! Seus posts sobre planejamento financeiro são impecáveis, como sempre! Fiquei apenas com uma dúvida: a taxa de retorno de 6% a.a seriam correspondentes a dividendos de ações e REITs?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola FI - tudo bem ? Ainda nao tenho uma decisao final no meu portfolio fora do Brasil, mas a principio seria os rendimentos das aplicações em fundos de indice. A aplicação em fundos de indice tem a capacidade de aumentar a diversificação e reduzir a complexidade com o IRS americano.

      Aqui tem uma lista de todos os fundos da Vanguard (empresa que estou estudando os fundos oferecidos) com os respectivos retornos (a ultima coluna mostra o retorno desde o inicio de negociações do respectivo fundo:

      https://investor.vanguard.com/mutual-funds/list?mgmt=i#/mutual-funds/asset-class/month-end-returns

      Um grande abraço,

      Excluir
  4. Amigo, com 1300 euros você VIVE em portugal rs.

    Meu primo mora no Porto e o aluguel de uma casa de três quartos ele paga 550 euros, numa região legal.

    Isso que é a segunda maior cidade de lá!

    Deve ter umas pechinchas ainda mais absurdas nos arredores das grandes cidades, que dirá no interior.

    Parabéns pela organização!!!

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola animal - tudo bem ? Pois é - a mudança geografica saindo de centros de alto custo para baixo custo permite voce maximizar os seus rendimentos. Dessa forma, consegue atingir a IF muito antes do planejado.

      Como voce mesmo disse, com EUR 1.300 voce vive em Portugal. E olha que esse é somente o valor do aluguel onde vou morar nos USA. Com o valor do aluguel de um lugar eu consigo pagar todas as contas em outro. E imagina o que da para fazer em Portugal com EUR 3.748 (equivalente a USD 4.573) ? Melhor ainda, imagina vivendo na Republica Tcheca ? Na Russia ? Na Croacia ? Na Hungria ? Na Islandia ? Na Nova Zelandia ? Na Indonesia ? Na Tailandia ?

      O que quero mostrar é que da para ficar viajando ao redor do mundo e vivendo um periodo em cada lugar e ainda continuar aportando devido a estar concentrado (passar mais tempo) em lugares de baixo custo.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Ásia e leste europeu oferecem coisas ainda mais surpreendentes. Se vc não tiver problemas com a cultura do primeiro e o frio do segundo, são opções ainda mais vantajosas financeiramente.

      Um local que tenho ouvido falar muito bem como destino para pessoas que atingiram a IF é Lviv, no oeste da Ucrânia.

      Comparando com Porto, pelo site numbeo, é uma cidade ~50% MAIS BARATA para se viver. Rs

      São muitas as opções, mas é claro, tem que ponderar: clima, distância do Brasil (custos maiores para visitas), cultura local e língua.

      Nesse quesito acho que Portugal é quase insuperável. Talvez só um paráiso fiscal na américa central seja equivalente

      abs

      Excluir
    3. Ola animal - com certeza nao vejo problemas na cultura ou clima dos mais diversos paises. Essa é uma das principais razoes de querer viajar - conhecer o que é diferente. A unica questão que me faria deixar de visitar um país é a questão da segurança (nao visitaria um pais em conflito), principalmente em relação ao respeito as mulheres, pois viajando com a Sra EP nao posso arriscar em um local onde nao existe respeito com mulheres estrangeiras e coloca-la em uma situação de potencial risco.

      Tirando esses poucos lugares no mundo - sobra mais de uma centena e meia de paises onde posso ir visitando, sendo a maior parte deles paises de baixo custo.

      Voce tem razão - Portugal é quase imbativel pela combinação de qualidade de vida, custo, cultura e gastronomia e, obviamente, facilidade do idioma.

      Um grande abraço,

      Excluir
  5. Olha eu acho que com $150,00 por mês para restaurante vc não consegue sair 3x por mês não.
    Comer fora nos EUA é muito caro! Os 20% de gorjeta deixam as contas nas alturas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Vanessa - tudo bem ? Com certeza USD150 nao será suficiente se considerarmos restaurantes mais sofisticados. Nao digo restaurantes extremamente caros, mas tem opções onde a conta para duas pessoas chega facilmente em USD 120.

      Mas nao gosto e nao pretendo frequentar esse tipo de estabelecimento. Gosto dos restaurantes mais locais e fora do roteiro turistico. Por exemplo, fui em um buffet all you can eat de comida italiana por USD 15,00 e a comida era muito boa. Os donos eram italianos que mudaram para os USA e a familia toda trabalhava no restaurante. Ofereciam massa que eles mesmo produziam (para baixar o custo) e acompanhamento de molhos bem gostosos.

      Claro que nao da para viver de comida italiana ... rsrsrs .... mas existe varias opções nesse quesito com valor maximo de USD 50 para o casal. De toda forma, caso nao consiga atende ro orçamento com tres ssaidas por mes, eu reduzo para duas saidas por mes.

      Um grande abraço,

      Excluir
  6. Olá EP!

    Belo planejamento! Acredito que levarei também uns 20 anos para me aposentar. E como estou na mesma faixa de idade sua, também o usarei como benchmark hehe

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola II - tudo bem ? Quem diria que eu me tornaria benchmarking para alguns colegas ... rsrsrs

      Eu acho que aposentar antes dos 55 anos é uma boa alternativa - claro que busco a IF antes disso, mas o limite de 55 anos me parece uma idade ainda saudavel para poder aproveitar da forma como eu pretendo - viajando e conhecendo novos lugares.

      Um grande abraço,

      Excluir
  7. Show de bola EP!

    A mudança para os EUA além de ser culturalmente valiosa ainda vai dar uma acelerada na sua independência financeira.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola SM - tudo bem ? Eu creio que a exposição a outra cultura e idioma é o maior ativo dessa mudança. Claro que ter acesso ao mercado financeiro mais desenvolvido do mundo é um bonus e eu espero que isso possa se refletir nas minhas finanças. Porém, todo cuidado é pouco para nao se deixar levar pelo consumismo norte-americano - é facil entrar no mundo de compras e dividas que eles tem por lá.

      Um grande abraço,

      Excluir
  8. Fala EP,

    Bem bacana seu planejamento detalhado

    Eu sou mais "deixa a vida financeira me levar".

    Nao tenho um numero e nem metricas para aposentar, acho que eu mesmo saberei quando a hora chegar.

    Desejo todo sucesso nos EUA.

    Abraçao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola VDC - tudo bem ? Eu acho interessante deixar a vida financeira um pouco mais solta no que se refere aos objetivos finais. O unico risco que vejo é que a pessoa pode entrar na sindrome do "quando eu tiver" .... começa com quando eu tiver um milhão eu paro; depois vai para quando eu tiver dois milhoes eu paro, depois quando eu tiver tres milhoes eu paro ... e nesse esquema acaba nao parando nunca.

      Existe um problema de que quanto mais dinheiro tiver mais dinheiro se quer ter ... veja por exemplo na suas postagens recentes voce menciona que nao acredita em bitcoins, mas mesmo assim, voce pegou parte do dinheiro e aplicou em bitcoins porque as pessoas estavam ganhando dinheiro com isso ... e voce mesmo comentou que vai que isso dispara para USD100.000 ai voce tem de estar no bonde para ganhar dinheiro ja que nao estava na primeira janela de entrada quando valia menos de USD 1.000 ... mesmo voce tendo patrimonio superior a 1 milhão, a possibilidade de ganhar mais dinheiro contamina a gente e acaba trazendo mais preocupação. Veja que voce tem um plano claro e consistente de acumular patrimonio e renda passiva, mas mesmo assim fez aquele negócio do terreno (que esta recebendo em prestações) e bitcoins - que acabou te trazendo um pouco mais de preocupação. Ai voce reavaliou e voltou as origens e ao modelo que esta dando certo e te levou ao patrimonio que voce tem.

      Veja que estou dando o exemplo das suas postagens, mas isso se aplica a todos. Eu tenho parentes que pararam de trabalhar com 40 anos de idade devido ao patrimonio que acumularam e tenho outros que tem quatro vezes mais e continuam trabalhando e reclamando do transito, das reuniões, dos funcionários, dos clientes, etc...

      Somente por esse motivo eu procuro colocar algumas metas. E para ser sincero assim que eu atingir a IF (receitas de renda passiva igual as minhas despesas) mais um fator de segurança de 30% - acho que será muito dificil me segurar para nao desistir de vez do mundo corporativo.

      Mas, por isso é importante ir sempre avaliando e rebalanceando os planos a medida que as prioridades também mudam na nossa vida.

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Valeu pela analise.

      É isto mesmo EP.

      Durante uma fase eu so falava de paz, justamente por que motivado pelo dinheiro tomei decisoes pessimas.

      Esta do lote foi uma, nao vou ganhar nada disto, ganhei apenas raiva.

      Das criptomoedas a mesma coisa, entrei justamente quando começou a cair, agora deixei tudo la e deixa o tempo transformar em po.

      O que vale mesmo é viver bem e manter a tranquilidade financeira.

      Abraçao

      Excluir
    3. Ola VDC - o mais legal disso é que voce tem a analise do que te faz sentir confortavel. Muitas pessoas nao sabem o que faz bem para elas (psicologicamente falando) e estao sempre atras de algo ou movendo junto com o que os demais estao fazendo.

      Eu sempre acompanho as suas postagens e me parece que agora (ate pelo que voce escreveu no seu fechamento), voce novamente está centrado e aproveitando a jornada ... é isso ai, como voce mesmo disse acima:

      O que vale mesmo é viver bem e manter a tranquilidade financeira.

      Um grande abraço,

      Excluir
  9. Acho muito legal o que fez faz, suas previsões, estimativas e lhe desejo muito sorte, eu particularmente (por ser uma pessoa desconfiada e até um pouco pessimista), não faço planos longos, pois nunca se sabe o dia de amanhã, principalmente numa questão simples que quase ninguém nunca toca aqui na blogosfera "Desemprego", a qualquer momento qualquer um está sujeito a isso, e aí ferrou... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola SP - tudo bem ? Realmente a maior variavel é o desemprego, ja que alem de afetar os aportes, pode também afetar o patrimonio caso o desemprego seja prolongado e tenha de retirar dinheiro do principal. O desemprego muda realmente tudo, enquanto nao estamos na IF.

      Se eu for demitido, eu recebo perto de 100K de indenização/premios/bonus. Com esse valor e ajustando as despesas para coisas mais basicas, ou seja, nada de viagens, tv a cabo, empregada e outros luxos ... eu consigo reduzir minhas contas para perto de BRL2.700 / mês - o que me permitiria cerca de tres anos para encontrar outro emprego ou fonte de renda.

      Sei que é um risco bastante alto o fato de ficar desempregado, ainda mais em um pais em crise como o Brasil, mas também considero que tres anos é um tempo interessante para buscar uma recolocação sem tocar no patrimonio para aposentadoria.

      Um grande abraço,

      Excluir
  10. Algumas considerações.

    Em vez de pensar em retirar 4%a.a., que tal retirar 45% dos dividendos do patrimônio futuro?

    ue tal morar na Ásia por alguns anos? O Soul surfer mostrou que existem refeições por US$1!!!!ONE dollar!!!! Isso permitiria acumular um capital maior visto que a despesa com comida seria muiiiito baixa.


    Seu imóvel vale 400k ? Então você está perto do milhão, parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - tudo bem ? Com certeza morar em paises de baixo custo no inicio da IF está considerado nos meus planos. Nao somente por serem paises de baixo custo, mas também por terem uma beleza natural e histórica muito grande (tailandia, camboja, vietnam, laos, indonesia, uzbequistao, cazaquistao, republica tcheca, hungria, croacia, bulgaria, romenia, eslovaquia, estonia, lituania, letonia, etc...) - existe muito o que visitar no mundo.

      Sim, meu apartamento vale 400K - dessa forma meu patrimonio total seria de aproximadamente BRL700K. Com a mudança para os USA a intenção é vender o apartamento e transformar toda essa reserva em dolar; mas caso eu nao vender - eu vou alugar e aumentar um pouco minha renda passiva e aporte mensal.

      Um grande abraço,

      Excluir
  11. Q lixo de vida hein?! Viveu a vida pra trabalhar, casar, ter filhos
    Chegar aos 55 anos e aí? Aposentar e esperar a morte?
    Vidão hein
    A vida foi feita pra se aproveitar, e não pra ficar trancado dentro de uma sala enriquecendo empresário. Grandes festas, belas mulheres, boa bebida, praticar esportes, ler, falar várias línguas, ter um nível cultural muito acima da média, ter uma grande vida social. Enfim, grandes histórias
    Concordo q nem todos nascem em berço de ouro para poder fazer isso, mas o mundo da ilegalidade tá aí exatamente pra isso
    O q não dá é estudar durante anos pra ter o “privilégio” de poder passar o dia inteiro dentro de uma sala enriquecendo uma outra pessoa, sendo estuprado psicologicamente diariamente e ao final ainda quererem q demonstre gratidão por receber tal oportunidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - tudo bem ? Eu nao sei qual a sua interpretação de uma vida boa, mas eu nao tenho absolutamente nada para reclamar da minha ... veja só, tem algumas coisas que eu dou muito valor e outras que sao mais financeiras, mas mesmo assim:

      - Eu tenho um patrimonio financeiro de mais de 300K (conheço poucas pessoas que tem isso aplicado). Se somar minha casa eu tenho um patrimonio de 700K (conheço ainda menos pessoas que tem esse patrimonio).

      - Eu estudei, tenho uma boa profissão, tenho uma boa formação na graduação, MBA e mestrado. Tenho uma experiencia profissional consideravel que me faz ser lembrado e consultado de tempos em tempos sobre novas oportunidades.

      - Tenho uma esposa, estou casado há um bom tempo, vivo uma vida tranquila e tenho um filho saudavel e estou aprendendo a ser pai.

      - Ja frequentei inumeros restaurantes, hoteis, shows de musica, teatro, cinema, etc...

      - Conheço 11 paises por enquanto e isso é mais do que muita gente irá conhecer em toda a vida.

      - Fora os 11 paises, conheço todas as regiões do Brasil e os principais pontos turisticos do pais.

      - Tenho agora uma oportunidade de transferencia e de viver a vida em uma outra cultura; além da possibilidade de obter green card e viver permanentemente no pais que a maior parte das pessoas considera o paraiso (eu nao considero, mas nao dá para negar que é melhor do que o Brasil).

      - Estou no caminho para minha cidadania europeia que ira me possibilitar viver e trabalhar na comunidade europeia; onde tem lugares realmente maravilhosos.

      Se isso é um lixo de vida adoraria que voce me mostrasse o que é uma vida boa ? OU será que voce é daqueles que pensam que a vida vale a pena somente se voce for o Neymar ???

      Agora, na parte mais moderada do seu comentário, eu concordo com voce que nao dá para estudar durante anos (alias nem todos tem essa oportunidade) e passar o dia inteiro em uma sala enriquecendo outra pessoa. Voce esta certissimo sobre isso.

      Mas como resolver isso ? Tentando aumentar suas receitas e diminuindo suas despesas ... alias é sobre isso que falamos na comunidade FIRE. Algumas pessoas vao tentar empreender, outras vao tentar a carreira publica ... e outros como eu, vao trabalhar para os outros e tentar economizar uma boa parte dos seus ganhos para obter a IF. Ao contrario de algumas pessoas, eu acho que a receita nao esta na frugalidade extrema. Acho que tem algumas coisas que a idade nao ajuda (como sair viajando para determinados lugares), entao eu tento uma combinação de aportes e aumento patrimonial, com uma combinação de ferias e passeios de forma a aproveitar a jornada.

      Também nao acho que quem chega aos 55 anos só resta esperar a morte. Atualmente, existe uma grande possibilidade de voce atingir os 75 anos de forma saudavel ... e isso traz 20 anos para voce aproveitar sua FIRE saudavelmente. Eu penso em viajar o mundo, mas existe diversas outras opções ... desde passar mais tempo com a familia, voltar a ter hobbies, se envolver em projetos sociais - qualquer alternativa que te faça feliz.

      A unica pena é se a unica alternativa que te faz feliz é achar que se nao for rico antes dos 55 anos, voce teve uma vida de lixo.

      Boa sorte na sua jornada.

      Um grande abraço,

      Excluir
  12. muito bom amigo me espelho muito na sua historia de vida, principalmente com as pressões do trabalho.

    estou acompanhado ótimo conteúdo!

    me adiciona na sua grool se não te atrapalhar.

    abraço forte!

    att;
    Agiota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola PA - tudo bem ? Estou respondendo pelo celular, mas assim que estiver no computador eu adiciono sim.

      Um grande abraço,

      Excluir
  13. Sr executivo pobre, creio que está subestimando os gastos com seu filho ao longo da vida. Digo isso porque com duas filhas porque os gastos com a educação das duas comem boa parte de meu orçamento.

    ResponderExcluir